Como acabar com catarro em bebê e melhorar a respiração

Saber como acabar com o catarro em bebê é muito importante para as mães, uma vez que eles ainda não sabem cuidar desse problema por conta própria, e para resolver esse problema existem algumas regras que se forem seguidas corretamente evitaremos maiores sofrimentos a criança.

Mas melhor ainda do que saber acabar com o catarro, é saber como evitar essas situações constrangedoras para o bebê. Nesse caso, existem alguns cuidados que se forem observados, certamente ajudarão a prevenir o problema.

O que é o catarro

 

Para quem ainda não sabe, o catarro é uma combinação de proteínas, água e restos de células produzidas pela mucosa para proteger as vias aéreas filtrando todo o ar que respiramos impedindo a infestação de possíveis bactérias existentes no ar.

Porém, quando somos atacados por gripes mais fortes, muito dessas bactérias e outras partículas prejudiciais a saúde passam por esse filtro nasal e seguem para os pulmões. Então, em defesa do organismo surgem às células catarro em bebepresentes no nariz e na região dos brônquios. Também  existem as glândulas mucosas que produzem a secreção que é a base desse catarro bem característico da gripe que, nesse caso, precisa ser expelido.

Quando isso acontece para um adulto, é fácil, basta escarrar ou então engolir para ser ou absorvido em parte pelo organismo ou expelido com as fezes.

Porém, quando se trata de um bebê, dependendo a persistência dos sintomas, melhor é buscar por ajuda de um pediatra para saber como agir.

Como prevenir – precisamos saber que um bebê ainda não tem o sistema de defesa do corpo totalmente desenvolvido. Por isso, é facilmente atacado por micro-organismos diversos causadores de doenças.

Por conta disso, é importante tomar alguns cuidados que contribuem diretamente com a proteção da criança, tais como:

  • Não expor o bebê à fumaça do cigarro. E saber que muitas mães tem a coragem de fumar com o bebê nos braços;
  • Não expor o bebê à poeira;
  • Não deixar o bebê em ambientes muito fechados, com pouca ventilação ou sem a presença da luminosidade do sol;
  • Manter o bebê bem hidratado, especialmente nos dias mais quentes do ano para evitar a desidratação;
  • Assim que for possível, oferecer sucos naturais para a criança beber e, antes disso, amamentar a criança é por demais importante para protegê-la das doenças.

 

Tratando com Soro Fisiológico

 

 

Para resolver o problema do catarro uma das maneiras é administrar algumas gotas de soro fisiológico para o bebê antes de cada mamada.

Depois de ele se alimentar é preciso ficar atenta para o momento de ele expirar, e cada vez que isso acontecer assuar suas narinas com cuidado, além de limpá-las com ajuda de um cotonete próprio para esse fim.

Mas atenção, no momento de providenciar o soro fisiológico, prefira o soro natural, nunca o soro com conservantes. Dificilmente pode ocorrer um efeito adverso por conta do soro fisiológico, mas usando o soro natural, certamente a segurança será maior.

Aspirador Nasal

 

 

Também podemos contar com os aspiradores nasais encontrados nas farmácias que ajudam bastante no momento de limpar o nariz do bebê sem causar-lhe transtornos.

Para usar esse aspirador é preciso deixar o bebê de costas sobre um travesseiro e apertar a bombinha do aspirador inserindo-a no nariz da criança.

Depois disso, libere com cuidado o bulbo e puxe a ponta. Retire o catarro com um lenço de papel e repita o processo se necessitar. Em algumas situações com catarro mais intenso, melhor fazer esse trabalho a cada duas ou três horas cuidando para que a criança não fique incomodada com isso.

Elevar a cabecinha do bebê

 

 

Um bebê com o nariz entupido não dorme tranqüilo, e, além disso, fica bastante irritado e também não sente vontade de se alimentar, mesmo com o alimento materno, uma vez que existe grande dificuldade para respirar e não pode agir sozinho.

Então, para aliviar os sofrimentos da criança com as fossas nasais entupidas, aconselha-se deixar a cabeceira de sua cama mais elevada o que facilitará a sua respiração.

Solução caseira para destrancar o nariz

 

 

Optar por medicamentos caseiros para tratar o bebê pode garantir muitas vantagens. Diferente dos remédios de farmácia, estes praticamente não oferecem riscos para a criança e, ademais, podemos ter o medicamento o tempo todo a nossa disposição em casa.

Solução caseira muito prática

Ingredientes

  • 1/4 de colher (chá) de sal não iodado,
  • 1/4 de colher (chá) de bicarbonato de sódio,
  • 250 ml de água morna destilada.

Misture todos os ingredientes e então coloque 1 a 2 gotas dessa solução em cada narina do bebê. Faça isso, 3 a 4 vezes ao dia.

Nota – cada vez que as gotas forem colocadas nas narinas do bebê, aguarde alguns segundos e depois massageie as narinas para fazer a limpeza.

 

Massagem Expectorante

 

 

Fazer uma leve massagem na parte superior do nariz do bebê contribui para desentupir o nariz e soltar o muco, mas também podemos levá-lo para o banheiro e ligar o chuveiro com água morna deixando que o vapor quente tome conta do ambiente. Isso facilitará para que o muco se solte para então assoarmos o nariz da criança e resolvermos esse problema.

Apesar de muitas pessoas ainda preferirem uma solução farmacêutica, os medicamentos químicos para resolver o problema de catarro nos bebês só pode ser utilizados sob orientação médica, mas mesmo assim, devemos fazer de tudo para evitá-los.

Suquinhos Saldáveis

 

 

Oferecer chá e suco natural para a criança, especialmente suco de laranja ou outra fruta cítrica vai contribuir para resolver o problema com o catarro, uma vez que essas frutas são fornecedoras de vitamina C que agem diretamente no fortalecimento do sistema imunológico.

Seja qual for a solução que você vai apresentar para resolver o problema com o catarro no bebê, não esqueça que esse tratamento precisa ser com urgência. Assim como acontece nos adultos, também as crianças sofrem muito com o nariz entupido por conta desse muco, mas a desvantagem é que eles não conseguem resolver o problema sozinhos.

Por isso, seja consciente e busque por uma solução rápida e que de preferência ofereça menos constrangimentos ao bebê. Em caso de dúvidas, procure logo por um pediatra que vai aconselhar o melhor tratamento e enquanto isso supra a criança com vitamina C e outros nutrientes que ela precisa.

Também é preciso estar ciente de que todo o medicamento químico deve administrado sob receita médica. Lembre-se de que alguns medicamentos podem piorar ainda mais a situação da criança, sem contar de outras complicações que poderão surgir.

Cuidados com Alergias

 

 

Como todas as doenças, também esses problemas referentes ao sistema respiratório dos bebês podem ser prevenidos se cuidarmos com o ambiente onde a criança fica, e este deve ser bem arejado e livre de possíveis agentes alérgicos.

Além disso, vícios como o tabaco por parte do pai, mãe ou parentes chegados podem comprometer a saúde do bebê, por isso, tome cuidado.

Expectorante Pediátrico Bisolvon

 

 

Bisolvon é uma das opções em expectorante para você que deseja saber como acabar com o catarro em bebê. Trata-se de um medicamento recomendado para tratar de doenças bronco-pulmonares garantindo a expectoração enquanto desprende o catarro para ser eliminado.

Nota – esse medicamento na verdade é recomendado para crianças a partir de 2 anos de idade.

Substância ativa nesse medicamento – cada 5 ml do xarope contém 3,6 mg de Bromexina.

Como usar esse medicamento – para crianças de 2 a 6 anos de idade a recomendação é de 2,5 ml de xarope, 3 vezes ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns que esse medicamento pode apresentar são:

  • Reação alérgica grave,
  • Choque anafilático,
  • Broncoespasmos,
  • Edema Angioneurótico,
  • Urticária,
  • Prurido.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para crianças com sensibilidade à fórmula do medicamento,
  • Para crianças menores de 2 anos de idade,

Valor desse medicamento – a embalagem com 120 ml do xarope pediátrico Bisolvon tem um valor aproximado de R$ 21,00 reais.

Atenção – esse medicamento também pode ser encontrado para adultos com uma formulação mais forte. Por isso, na hora da compra na farmácia, fique atento para não se enganar.

Xarope Fluimucil Expectorante

 

 

Fluimucil expectorante é mais uma opção como xarope para quem deseja saber como acabar com o catarro em bebê. Esse medicamento é recomendado pelos médicos para tratar de afecções respiratórias. Entre as complicações que esse medicamento pode tratar estão:

  • Bronquite aguda,
  • Bronquite crônica,
  • Excesso de catarro,
  • Inflamações nos pulmões,
  • entre outras complicações respiratórias.

Substância ativa nesse medicamento – cada 5 ml do xarope Flumicil pediátrico contém 100 mg de Acetilcisteína.

Como usar esse medicamento – em geral a recomendação médica para o uso desse medicamento é assim distribuída:

  • Crianças até 3 meses de idade – a recomendação médica é de 1 ml, 3 vezes ao dia,
  • Crianças de 3 meses a 6 meses de idade – a recomendação é de 2,5 ml, 2 vezes ao dia,
  • Crianças de 6 meses a 12 meses de idade – a recomendação é de 2,5 ml, 3 vezes ao dia,
  • Crianças de 1 a 4 anos de idade – a recomendação é de 5,0 ml de xarope, 2 a 3 vezes ao dia,
  • Crianças com mais de 4 anos de idade – a recomendação é de 5,0 ml do xarope, 3 a 4 vezes ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns que esse medicamento pode apresentar são:

  • Náuseas,
  • Vômitos,
  • Diarreia,
  • Irritação gastrintestinal.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pacientes sensíveis à fórmula do medicamento,
  • Para pacientes com úlcera gastroduodenal.

Valor desse medicamento – a embalagem com 120 ml de xarope Fluimucil mais o copo dosador tem um valor aproximado de R$ 35,00 reais.

 

Inalação com Berotec e Soro Fisiológico

 

 

A inalação com Berotec associado ao Soro Fisiológico é especialmente recomendado para crianças com menos de 6 anos de idade.

Berotec é um poderoso medicamento que promove a dilatação das vias respiratórias estreitas quando existe as crises de asma ou outras complicações respiratórias com sintomas parecidos. O medicamento age sobre os músculos presentes na região e em poucos minutos apresenta os efeitos esperados.

Substância ativa nesse medicamento – a substância ativa encontrada no Berotec é o Bromidrato de Fenoterol.

Como usar o medicamento – para tratar de bebês e crianças até 6 anos de idade, a indicação é de 2 gotas de Berotec que deverá ser diluída no soro fisiológico para fazer a inalação.

Porém, é imprescindível que se busque por um pediatra para maior segurança. O medicamento é diluído em 3 ou 4 ml de soro fisiológico e a criança deverá inalar pelo processo de nebulização até esgotar toda a solução.

Nota – Berotec não deve ser diluído em água destilada, mas apenas no soro fisiológico.

Efeitos adversos – os efeitos adversos mais comuns que Berotec pode apresentar são:

  • Tremores,
  • Tosse.

Valor desse medicamento – a embalagem com 20 ml de solução para inalação de Berotec tem um valor aproximado de R$ 12,00 reais.

 

Mucolitic em Gotas

 

 

Mucolitic em gotas é mais um medicamento recomendado para tratar de crianças a partir de 2 anos de idade que sofrem com o excesso de catarro. O medicamento começa a fazer efeito após 2 horas de sua administração.

Substância ativa nesse medicamento – cada ml da solução gotas de Mucolitic contém 50 mg de Carbocisteína.

Como usar esse medicamento – em geral, a recomendação médica é de 2 gotas por kg de peso, 3 vezes ao dia. Aproveite o gotejador que acompanha o frasco  para gotejar o medicamento em uma colher e daí então oferecer para a criança.

Valor desse medicamento – a embalagem com 20 ml de Mucolitic gotas tem um valor aproximado de R$ 23,00 reais.