Pomada para Miliária, Brotoeja, no corpo do Bebê e criança pequena

Problemas inflamatórios na pele são comuns no ser humano, alguns menos complicados, outros mais severos promovendo constrangimentos e desconforto.

Por isso, ao se manifestam os primeiros sintomas, é importante investigar as causas e buscar soluções, tratando o problema rapidamente. Algumas dessas inflamações, quando não tratadas rápido e adequadamente, podem evoluir e causar outros danos mais.

Entre os tipos de complicações inflamatórias, existem aquelas muito comuns na vida dos bebês e crianças pequenas. Como exemplo, podemos citar as Brotoejas que por vezes acontecem até mesmo por um descuido dos pais ou responsáveis.

Por isso, vamos agora passar algumas informações sobre esse tipo de inflamação na pele das crianças. Além disso, queremos aproveitar para citar as opções em pomada para Miliária que os pediatras poderão recomendar no tratamento.

O que é a Miliaria

 

Também conhecida como Brotoejas, a  Miliaria é uma inflamação na pele que acontece por conta da obstrução mecânica dos poros. Como resultado dessas obstruções, o suor não pode ser liberado pelas glândulas sudoríparas, provocando a inflamação.

Esse tipo de inflamação é classificado de acordo com a profundidade dos canais de suor que se encontram bloqueados. Vejamos então:

  • Miliária Cristalina – considerado o tipo mais brando da inflamação, afetando apenas os canais de suor na camada superior da pele.
  • Miliária Rubra – essa é a forma mais comum da inflamação e acontece pelo bloqueio numa região média do canal sudoríparo.
  • Miliária Pustulosa – um tipo muito raro da Miliária, apresenta bolhas com líquidos inflamados cheias de pus com uma cor amarelada.
  • Miliária Profunda – como o próprio nome aponta esse tipo de Miliária afeta a região mais profunda da epiderme

 

A Miliária também é conhecida como Brotoeja. Trata-se de uma inflamação na pele muito comum nas crianças pequenas, porém, apesar de mais incomum, pode acometer os adultos.

Em geral, esse tipo de inflamação costuma aparecer na região do tronco, pescoço, nas dobras da pele e axilas. Os sintomas podem ser percebidos na forma de pequenas vesículas, pústulas ou pápulas.

As causas mais prováveis para esse tipo de inflamação na pele principalmente das crianças são:

  • Permanência por muito tempo em ambientes quentes e úmidos,
  • Excesso de roupas e agasalhos, comum em dias mais frios do ano,
  • Febre alta,
  • Outras condições que provoquem muito calor no corpo.

Apesar de não ser frequente, a Miliária também pode ocorrer em pessoas idosas que dependem de outros para o cuidado. Por vezes, os responsáveis agasalham esses idosos de forma exagerada e eles, não se dão conta disso, ficando sujeitos à inflamação.

Sintomas Observados no corpo

 

A princípio, os sintomas da Miliária aparecem no corpo de forma repentina. Assim, também podem abranger uma área bem extensa do corpo rapidamente.

Quando uma criança está com Miliária, as lesões geralmente aparecem no tronco, no pescoço, nas axilas e nas  dobras da pele. Para identificar melhor o problema, é preciso ficar atento aos seguintes sintomas:

  • Coceira na pele – deve-se evitar que a criança coce a pele, pois isso pode causar o rompimento das bolhas. Como resultado disso, aparecem pequenas lesões e crostas no local deixando a pele com uma aparência estranha.
  • Sensação de queimação,
  • Pontos de pus ou nódulos – quando esse sintoma aparece, existe uma infeção por bactérias.

Como prevenir a Miliária

 

Por ser um tipo de inflamação que acontece facilmente, algumas medidas podem ser tomadas para prevenir, veja a seguir.

  • Vista o bebê com roupas leves, preferencialmente de algodão. Ademais, tome cuidado com as roupas sintéticas ou muito apertadas, essas favorecem a transpiração.
  • Mantenha os ambientes de casa sempre bem ventilados. Além disso, tome providências para que os raios do sol penetrem os ambientes.
  • Cuide para que a criança tome sol diariamente, no entanto, é importante observar os melhores horários.
  • No momento de banhar a criança, use sabonetes neutros para evitar o ressecamento da pele.
  • Não dê banho muito quente para a criança. Os banhos mornos são sempre os mais recomendados para os dias mais frios.
  • Nos dias mais quentes, prefira os banhos frios para o bebê. Nessa hora, procure deixá-lo secar-se naturalmente enquanto se diverte.

Além disso, procure deixá-lo o maior tempo possível sem roupas.

  • Evite o uso de amaciantes nas roupas do bebê. Estes podem provocar reações alérgicas na pele da criança.

Sabão líquido neutro ou de coco, certamente que são sempre as melhores alternativas na limpeza das roupas do bebê.

  • Nos dias frios, cuidado para não agasalhar demais a criança. Nessa hora, é importante ser esperta para observar se a criança está confortável ou não.
  • Cuidado com a alimentação da criança. Alimentos doces e gordurosos são nocivos à criança e ainda promovem o aumento na temperatura do corpo.
  • Observe com frequência se a fralda do bebê não se encontra molhada. É por demais importante mantê-lo sequinho para evitar as complicações na pele.

Essas dias são importantes tanto para prevenir como para ajudar a eliminá-las.

Além disso, se porventura, essa inflamação não desaparecer com o passar dos dias, melhor é buscar por ajuda médica.

É preciso avaliar o problema desde o princípio. Se a tendência é melhorar com os tratamentos primários, ótimo, mas senão, não exite em buscar pelo médico.

Tratamentos da Brotoeja

 

Para o tratamento para a Brotoeja, é preciso levar em conta a intensidade das inflamações de acordo com as lesões. Além disso, é preciso levar em conta o local onde acontece a inflamação e também a idade do paciente.

Para bebês ou crianças de pouca idade, o tratamento pode restringir-se à medidas para manter a pele refrescada. As vezes, o problema pode desaparecer assim que a pele da criança é refrescada.

Por isso, é importante observar as roupas que a criança está vestindo e o ambiente onde ela se encontra. Nessa hora, roupas frescas e um ambiente com circulação de ar adequada, é por demais, importante.

Além disso, banhos frequentes também contribuem para a melhora dos sintomas e a cura da doença.

Já para situações mais complicadas, se porventura, o médico recomendar, pode-se usar uma pomada para Miliária mais específica para o tratamento.

 

A Loção de calamina

 

Loção de Calamina é um medicamento com ação antipruriginosa, indicada para aliviar os sintomas das inflamações na pele como no caso da Miliária, picadas de inseto e outras complicações com dor, ardência ou sensação de queimação na pele com baixa gravidade.

Substância ativa nesse medicamento – a loção contém Calamina, Cânfora e Difenidramina.

Como usar esse medicamento – a loção deve ser aplicada sobre a pele 3 a 4 vezes ao dia, por um período máximo de 7 dias.

Efeitos adversos desse medicamento – apesar de não ser comum, pode ocorrer alguma reação alérgica na pele.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para crianças menores de 2 anos de idade,
  • Para crianças que apresentam lesões abertas na pele,
  • Para crianças ou adultos com alguma sensibilidade à fórmula do medicamento.

Valor desse medicamento – a embalagem de Calamina com 120 ml é encontrada no mercado com valores a partir de R$ 33,00 reais.

A Pomada Dermodex

 

Dermodex é mais uma opção como pomada para Miliária.

Trata-se de um medicamento muito eficaz para combater os sintomas causados tanto pela inflamação da Miliária como outros tipos de inflamação na pele, até mesmo aquelas causadas por fungos como é o caso da Candida.

Além disso, esse medicamento também é eficaz no combate a assaduras provocadas pela fralda e para crianças maiores e adultos com irritações na região das nádegas, órgãos genitais, entre os dedos e outras regiões do corpo onde existe irritação.

Substância ativa nesse medicamento – cada grama de pomada Dermodex contém:

  • 100.000 UI de Nistatina,
  • 200 mg de Óxido de Zinco.

Como usar esse medicamento – para combater a Miliária ou outras irritações no corpo da criança, depois da higienização dos locais a serem tratados, aplique a pomada com camadas finas para favorecer a absorção pela pele e acelerar a cura. As aplicações podem ser feitas 2 a 3 vezes ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos que na verdade, são bem incomuns resumem-se em irritação na pele passageira.

Contra-indicações – esse medicamento não deve ser usado por pessoas com alguma sensibilidade à fórmula do medicamento.

Além disso, mulheres grávidas não devem fazer uso do medicamento sem a recomendação de seu médico ginecologista.

Valor desse medicamento – a embalagem com 60 gramas da pomada Dermodex tem um valor aproximado de R$ 61,00 reais.

A Pasta D’ Água

 

A Pasta D’Água é um medicamento sem contra-indicações ou efeitos colaterais, muito recomendada para ajudar a secar as bolhas causadas pela Miliária.

Esse produto é encontrado nas farmácias e substitui com muita eficácia outros medicamentos que apesar de eficazes, apresentam suas complicações.

A pasta acalma a coceira e outras irritações causadas pela Miliária e com isso, as crianças não irão coçar e correr o risco de elas estourarem. Além disso.

Enquanto isso, a pasta age como cicatrizante para acabar logo com o transtorno dessa inflamação.

Quando a doença é menos severa e fácil de controlar, ainda podemos fazer uso de remédios a base de ervas, tais como:

Gel de Babosa

 

Muito conhecida por suas propriedades, a Babosa é uma planta medicinal muito recomendada para tratar de afecções na pele. O gel da babosa contém propriedades cicatrizantes, hidratantes, anti-inflamatórias e regeneradoras da pele.

Para usar esse medicamento natural no tratamento da Miliária, proceda da seguinte forma:

Primeiramente será necessário providenciar 2 folhas de babosa e uma toalha.

Corte as folhas de babosa ao meio e, com uma colher, extraia todo o gel dessas folhas. Coloque esse gel, preferencialmente em um recipiente de vidro.

Feito isso, com a ajuda de uma toalha limpa, umedeça-a no gel e passe com cuidado sobre as áreas da pele a serem tratadas. Esse tratamento pode ser feito 4 a 5 vezes ao dia.

Enquanto o gel age na pele, é absorvido e não precisa retirar os excessos.

Compressas com chá de Camomila

 

Além de calmante, as flores de camomila também apresentam propriedade anti-inflamatória. Por isso, é mais uma alternativa como medicamento natural para a Miliária.

Nesse caso, basta ferver 20 a 30 gramas de flores de Camomila em 500 ml de água. Depois disso, espere amornar e então coe para então fazer as compressas na pele da criança.

Esse tratamento pode ser feito 2 ou 3 vezes ao dia ou quantas vezes se achar necessário.

Água de Aveia

 

Muita gente já conhece os benefícios da Aveia para o organismo. Porém, pouca gente sabe que esse cereal pode ser usado como calmante para as afecções na pele.

A Aveia é um cereal rico em ácido pantotênico, beta-glucanos, vitaminas B1 e B2. Além disso, também apresenta propriedade calmante e, por isso, é muito eficaz para tratar a pele.

Para tratar então da Miliária em bebês, por exemplo, proceda da seguinte forma:

Ferva 100 gramas de aveia em 3 litros de água e deixe amornar. Após o banho do bebê, antes de secá-lo, retire a água do banheira e coloque a água de aveia coada.

Feito isso, deixe a criança banhar-se com essa água por 5 minutos e então, retire-a do banho para secá-la.