Antiinflamatório para dor na Coluna nas costas (remédio)

 

Dores na coluna são muito comuns em nossos dias, e pelo menos 3% dos seres humanos adultos podem sofrer. Às vezes, essas dores chegam acompanhadas de inflamações e precisam ser tratadas com alguma urgência para evitar maiores complicações.

Como não poderia ser diferente, as dores por vezes podem ser mais brandas. No entanto, existem complicações severas com as dores mais agudas e mais intensas, o que preocupa, com toda a certeza.

Por vezes ainda, elas podem causar alguma incapacidade dos movimentos. Nessas situações, portanto, não podemos deixar passar muito tempo sem irmos consultar um ortopedista para saber do diagnóstico.

Assim, com o diagnóstico conhecido, podemos tratar logo o problema com um remédio anti-inflamatório para dor na coluna.

Principais Causas

 

As dores na coluna podem ser provocadas por uma variedade de fatores, tais como:

  • Atividades físicas praticadas de forma errada,
  • Má postura,
  • Sedentarismo,
  • Problemas com o Nervo Ciático,
  • Artrose,
  • Hérnia de disco,
  • Lombalgia
  • Lordose,
  • Escoliose,
  • Cifose,
  • Espondilolistese,
  • Infecções dos ossos da coluna vertebral como é o caso da Osteomielite,
  • Entre outras causas.

Também existem outras causas como as doenças que acontecem na região do abdômen e respondem nas costas. Essas doenças nos fazem pensar que é problema da própria coluna, veja a seguir:

  • Apendicite,
  • Cálculo renal,
  • Pedra na vesícula,
  • Infecções na bexiga,
  • Câncer no ovário,
  • Cistos no ovário,
  • Endometriose,
  • entre outras doenças.

 

Dor na coluna Cervical

Também conhecida como Cervicalgia, a dor na coluna cervical é uma das doenças músculo-esqueléticas mais comuns no ser humano. Nesse caso a dor pode surgir na altura das vértebras e se irradiar para a cabeça.

A dor na coluna cervical costuma se manifestar em indivíduos a partir dos 45 anos de idade. Entretanto, também os mais jovens podem sofrer com o problema.

A dor é do tipo que persiste por algum tempo e desaparece, mas volta a aparecer de tempo em tempo. Ademais, as dores podem ser mais leves ou mais acentuadas e ainda vir acompanhadas de tonturas, cefaléia e náuseas.

Entre os sintomas mais comuns que acompanham uma dor na coluna cervical, podemos destacar:

  • Tonturas,
  • Dor no pescoço,
  • Dor de cabeça,
  • Dificuldades com a visão e audição,
  • Problemas de deglutição,
  • Sensação de dormência e/ou formigamento nos membros superiores,
  • Sensação de fraqueza os braços e mãos,
  • Tremores,
  • Febre,
  • Náuseas,
  • Vômitos,
  • Perda de peso,
  • entre outros sintomas.

Entretanto, quando a dor é mais acentuada na região do pescoço, em alguns casos pode existir rigidez e espasmos musculares. Em situações assim, o paciente ainda pode sentir:

  • Zumbidos nos ouvidos,
  • Perda do equilíbrio,
  • Dor acima dos olhos e na região da testa,
  • Complicações na visão e audição.

Causas da dor

Entre as causas mais prováveis para que aconteça a dor na coluna cervical podemos destacar:

  • Contrações musculares – essa é uma das principais causas da dor no pescoço e é bastante comum também entre os jovens.
  • Postura incorreta e sedentarismo – um problema sério em nossos dias. Em geral, pessoas sedentárias, também apresentam problemas de postura.

Um grande problema para quem trabalha em escritórios, quando fica muito tempo sentado. Além disso, temos os estudantes que ficam por muito tempo debruçados sobre os livros ou na frente do computador.

Essas pessoas, com o tempo acabam tendo problemas que afetam parte da coluna e também o pescoço.

Além disso, a dor na coluna cervical também pode ser provocada por:

  • Hérnia cervical,
  • Acidentes de trabalho,
  • Osteoartrite cervical,
  • Quadros mais avançados de estresse,
  • entre outras causas.

 

Dor na Coluna Torácica

A dor na Coluna Torácica (meio das costas) pode surgir por conta de complicações de mobilidade. Além disso, pode ser por conta da sensibilidade das articulações vertebrais provocado por causas diversas.

Entre essas causas podemos mencionar:

  • Atividades com movimentos repetitivos, comuns no esporte ou trabalho braçal,
  • Traumas decorrentes de algum acidente,
  • Problemas de má postura,
  • Levantamento de peso além do permitido pelo indivíduo,
  • entre outras causas.

Sintomas que acompanham com a dor na coluna torácica

O sintoma presente nessa enfermidade é a dor localizada na região torácica que pode se agravar em alguns momentos. Além disso, pode estar associada às dores em toda a caixa torácica, dor de cabeça e escápula.

Por conta da gravidade, essas dores também podem afetar o aparelho respiratório. Como resultado disso, pode ocorrer crises de tosse, espirros e outros sintomas relacionados.

 

Dor na coluna lombar

 

Também conhecida como Lombalgia, a dor na coluna lombar é sentida na parte mais baixa da coluna, perto da bacia. Essas dores podem ser classificadas como agudas ou crônicas.

A dor na coluna lombar pode se estender abrangendo a região das nádegas e face posterior das coxas. No entanto, não chega a comprometer o trajeto de algum nervo mais específico.

Admite-se que cerca de 1% apenas dos indivíduos com essa dor no estágio agudo tem problemas com Ciática. Entretanto, a grande maioria da população mundial, sofre com essas dores que em casos mais severos pode causar a incapacidade.

Sintomas que caracterizam a dor na coluna lombar

  • Dores localizadas abaixo da décima segunda costela (região lombar),
  • As dores podem irradiar para o meio das coxas.

Além disso, as dores podem ser mais brandas ou mais severas dependendo da gravidade do problema.

Dor na coluna Sacro Coccígea

 

Dor na coluna Sacro Coccígea ou simplesmente, “dor no Cóccix“. O problema é caracterizado com uma dor na parte inferior da espinha, logo acima das nádegas.

A dor costuma surgir depois de algumas posturas erradas, tais como:

  • Ficar sentado por muito tempo em um banco desconfortável, por vezes duro,
  • Movimentos errados que forçam a estrutura da coluna de forma errada,
  • Acidentes que provocam alguma lesão no cóccix,
  • Por conta do desgaste do osso do cóccix, no caso de pessoas de idade,
  • Movimentos repetitivos que forçam essa região do corpo.

Além disso, nas mulheres o problema pode se acentuar especialmente no último trimestre da gravidez. Nessa fase da gestação, os ligamentos em torno do cóccix podem se soltar para dar espaço para o bebê.

Nesse caso, a mulher certamente vai sentir muita dor.

Sintomas Apresentados

 

Entre os sintomas que acompanham a dor na coluna podemos destacar:

  • Dor persistente – quando se trata de dor na coluna, não podemos fazer pouco caso, mesmo que elas sejam passageiras, pois assim como pode ser uma contratura apenas e a dor passar logo, a dor pode ser mais persistente, o que poderá ser causa de inflamação,
  • Dificuldades para se movimentar comprometendo as atividades no trabalho ou mesmo as atividades físicas diárias,
  • Formigamento nas costas – esse é um sinal bem característico de quem está com dores nas costas e que estas apontam para uma inflamação.

Relaxante Muscular Miosan 10 mg

 

Miosan 10 mg é um remédio anti-inflamatório para dor na coluna que pode ser recomendado pelos médicos, pois trata-se de um medicamento que trata dos espasmos musculares com dor aguda relacionadas ao sistema músculo-esquelético.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido revestido contém 10 mg de Cloridrato de Ciclobenzaprina.

Como usar esse medicamento – a dose geralmente recomendada é de 2 a 4 comprimidos de Miosan 10 ingeridos que devem ser divididos em 2 administrações ou a 4 administrações.

O uso desse medicamento por um período maior do que 2 ou 3 semanas só pode acontecer se devidamente autorizado pelo médico.

Efeitos adversos desse medicamento  – os efeitos adversos mais comuns que podem ocorrer em pacientes que fazem uso desse medicamento são:

  • Secura na boca,
  • Sonolência,
  • Vertigem.

Valor desse medicamento – a embalagem com 10 comprimidos revestidos de Miosan 10 mg tem um valor aproximado de R$ 19,00 reais.

Anti-inflamatório Flancox 400 mg

 

Flancox 400 mg é mais um remédio anti-inflamatório para dor na coluna que pode ser recomendado, pois este também apresenta ação antitérmica e analgésica, muito eficaz para combate os processos inflamatórios relacionados ao sistema músculo-esquelético e outras doenças.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido de Flancox contém 400 mg de Etodolaco.

Como usar esse medicamento – o tratamento com esse medicamento deve ser recomendado diretamente pelo médico que antes deverá avaliar o quadro clínico do paciente.

Efeitos adversos desse medicamento – entre os efeitos adversos que esse medicamento pode apresentar estão:

  • Tonturas,
  • Calafrios,
  • Depressão,
  • Manchas na pele,
  • Coceira no corpo,
  • Diarreia,
  • Desconforto e dor de barriga,
  • Dor ao urinar,
  • Aumento no volume da urina,
  • Visão embaçada,
  • entre outros efeitos não desejados.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pessoas com sensibilidade à sua fórmula,
  • Para pessoas com urticária ou reações a anti-inflamatórios ou ao ácido acetilsalicílico,
  • Para pessoas com Asma,
  • Para pessoas com úlcera no estômago o no intestino,
  • Para pessoas com problemas graves nos rins ou fígado,
  • Para mulheres grávidas ou que estejam amamentando,
  • Para crianças menores de 15 anos de idade.

Valor desse medicamento – a embalagem com 20 comprimidos de Flancox 400 mg tem um valor aproximado de R$ 43,00 reais.

Remédio Torsilax

 

Tosilax é mais um medicamento com ação anti-inflamatória, analgésica e antipirética indicada para tratamentos de reumatismo, crises de artrite reumatoide, gota, e outras situações com inflamação. Esse medicamento pode ser usado por crianças a partir de 14 anos e adultos.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido de Torsilax contém:

  • 300 mg de Paracetamol,
  • 125 mg de Carisoprodol,
  • 50 mg de Diclofenaco Sódico,
  • 30 mg de Cafeína.

Como usar esse medicamento – em geral, a dose recomendada é de 1 comprimido de Torsilax ingerido a cada 12 horas. O tratamento não deve ultrapassar a 10 dias seguidos.

Efeitos aversos desse medicamento – entre os efeitos adversos que esse medicamento pode apresentar estão:

  • Coceira no corpo,
  • Inchaço e dificuldade para respirar,
  • Náuseas,
  • Vômito,
  • Dor de cabeça,
  • Vertigens,
  • Amarelamento na pele e na parte branca dos olhos,
  • Febre,
  • Diminuição do açúcar no sangue.

Valor desse medicamento – a embalagem com 30 comprimidos de Torsilax tem um valor aproximado de R$ 37,00 reais.

Remédio Buprovil 600 mg

 

Buprovil 600 mg é mais um dos medicamentos encontrados no mercado que apresentam ação anti-inflamatória para combater também a dor e a febre.

Esse medicamento é bastante indicado pelos médicos para combater os processos infecciosos relacionados ao sistema músculo-esquelético.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido revestido contém 600 mg de Ibuprofeno.

Como usar esse medicamento – para evitar em partes o problema com os efeitos adversos, recomenda-se a menor dose eficaz do medicamento que deve ser ingerida com o maior intervalo possível entre elas.

Geralmente, a recomendação médica é de 1 comprimido de Buprovil 600, 3 a 4 vezes ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – esse medicamento é capaz de apresentar uma variedade de efeitos adversos, às vezes, bem preocupantes. Por isso, é importante seguir com cautela nos tratamentos e sempre buscar pela orientação médica.

Valor desse medicamento – a embalagem com 30 comprimidos de Buprovil 600 mg tem um valor aproximado de R$ 29,00 reais.

 

Exercícios de Fortalecimento Muscular

 

Certamente que para fortalecer a musculatura do corpo, são necessários alguns exercícios bem específicos. Vejamos alguns só para exemplificar:

  • Elevação de perna lateral – deite-se de lado sobre o braço estendido. Em seguida, contraia o abdômen, glúteos e a pelve.

Enquanto isso, mantenha as pernas bem estendidas, uma em cima da outra. Inspire e eleve a perna de cima em direção ao teto e abaixe em seguida.

Faça esses movimentos em várias sessões também com a outra perna.

  • Flexão de braço – fique na posição de “cachorrinho” tirando os pés cruzados do chão e com os braços abertos num ângulo de 90 º. Depois disso, feche os braços e traga-os o mais perto de seu corpo enquanto desce o peito em direção ao chão.

Faça esses exercícios distribuídos em pelo menos 10 séries.

Exercícios de Alongamento

Sempre antes de alguma atividade mais estressante, certamente precisamos fazer os exercícios de alongamento do corpo. Com respeito a estes exercícios, existem algumas formas diferenciadas para praticar.

Então, para ajudar, você poderá conversar com seu instrutor na academia como garantia de que fará os exercícios corretamente. Ademais, existem alguns sites especializados na internet que com toda a certeza poderão ser úteis para você.