Alopecia Cicatricial Queda no Cabelo, e o Tratamento

A perda de cabelos é muito comum no ser humano, tanto nos homens como nas mulheres.  Um problema que pode começar a acontecer a partir dos 20 anos de idade, por diferentes e variadas causas.

Trazendo muito desconforto estético, certamente que esse problema preocupa  e mexe diretamente com a autoestima. Por isso, precisa ser tratado assim que surgem os primeiros sintomas para aumentarem as chances de cura.

Portanto, vamos falar agora sobre alguns aspectos que envolvem e provocam a Alopecia Cicatricial que é uma queda no cabelo, suas causas, sintomas e tratamento. Ao mesmo tempo em que buscamos ajudar você a achar uma solução para o seu problema.

O que é

 

Em sua camada mais superficial, o couro cabeludo traz os folículos pilossebáceos que são inúmeros. Estes servem de estrutura para os fios dos cabelos, e também o sebo que é a substância oleosa.

Esse processo todo se dá na seguinte sequência de subestruturas:

  • Folículos pilosos;
  • Glândulas sebáceas;
  • Músculo eretor de pelo;
  • Terminações nervosas.

Denomina-se Alopecia Cicatricial uma doença considerada rara, mas que pode afetar tanto homens como mulheres e crianças. Portanto a todos, independente da idade.

A doença ataca especialmente o couro cabeludo.  E se não for tratada com urgência, poderá evoluir e se tornar irreversível. Podendo chegar até a perda total dos cabelos, sem possibilidades de voltar cabelos novos.

Quando acontece a destruição dos folículos, seja total ou parcial, os fios param de ser produzidos, e acontecem as cicatrizes nas regiões afetadas.

A alopecia cicatricial é um dos tipos mais raros dessa categoria de doença e pode acometer a todos.

De acordo com especialistas, o dano causado ao couro cabeludo pode ser irreversível, por isso, é de extrema importância identificar o problema e iniciar o tratamento imediatamente.

Segundo alguns especialistas, essa doença não está relacionada a problemas genéticos, e sim, a problemas de saúde.  E também por conta de efeitos colaterais de alguns medicamentos ou efeitos de produtos químicos manipulados, entre outras causas.

 

alopecia cicatricial 490x330 Alopecia Cicatricial Queda no Cabelo, e o Tratamento

 

Principais causas da doença

 

Confira as principais causas da Alopecia Cicatricial:

Primárias – Líquen plano pilar; Alopecia frontal fibrosante; Lúpus erimatoso discoide; Pseudopelada de Brocq; Alopecia central centrífuga; Foliculite decalvante; Foliculite em tufos; Celulite dissecante do couro cabeludo; Foliculite queloidiana; Dermatose pultular erosiva;

Secundárias – Produtos químicos; Queimaduras; Tração repetida no couro cabeludo; Exposição a radiação; Infecções virais, bacterianas ou fúngicas; Traumas; micoses; Tumores ou genodermatoses;

 

Alopecia Cicatricial Primaria e Secundária

 

A Alopecia Cicatricial é classificada em dois tipos:

  • Alopecia Cicatricial Primária – a Alopecia Cicatricial Primária é causada por doenças autoimunes ou congênitas ou ainda devido a condições inflamatórias e infecciosas.
  • Alopecia Cicatricial Secundária – no caso da Alopecia Cicatricial Secundária, o problema é relacionado a queimaduras, produtos químicos e traumas. Ou ainda, a infecções bacterianas e fúngicas, tumores, doenças dermatológicas, exposição à radiação, entre outras causas.

Esses problemas atacam diretamente ou indiretamente os folículos pilosos.  E, dependendo do nível dessa agressão e a demora para o tratamento, os resultados podem ser irreversíveis.

Quais os Sintomas

 

Os sintomas mais comuns da Alopecia Cicatricial são:

  • Surgimento de áreas doloridas na cabeça com muita coceira no couro cabeludo,
  • Vermelhidão e inflamação no couro cabeludo, geralmente em pequenas áreas da cabeça,
  • Inflamação nos folículos pilosos que inibe o crescimento dos cabelos para dar lugar a áreas calvas,
  • Formação de crostas fibrosas quando a doença está avançada sem tratamentos e isso, impede o crescimento de novos fios de cabelos.

A questão Emocional

 

Com respeito a questão emocional do indivíduo com Alopecia Cicatricial queda no cabelo nem precisa de muitos comentários. Pois ninguém, especialmente as mulheres, gostaria de sair por aí deixando à mostra aquelas manchas na cabeça com o cabelo faltando. Não é mesmo?

O transtorno emocional é tanto que muitas pessoas se deprimem e se sentem rejeitados pela sociedade. Pois com todo respeito, a aparência não é nada atraente, e isso leva o indivíduo a perder sua autoestima com muita razão.

Como Chegar ao Diagnóstico

 

A Alopecia Cicatricial se manifesta de formas diferentes em cada indivíduo. Para alguns, apenas ocorre a queda de cabelos.

Enquanto que, para outros vem acompanhado de outros sintomas como coceira, ardência, vermelhidão e sensibilidade na área do couro cabeludo afetada.

Quando diagnosticada no início do problema, antes de ocorrer a destruição dos folículos pilossebáceos, a Alopecia pode ser tratada com antibióticos, anti-inflamatórios ou medicamentos a base de corticosteroides.

Para que se possa impedir o progresso da doença para estágios mais severos.

Porém, quando a procura por um médico para se descobrir o diagnóstico é deixada para mais tarde.

E os folículos pilossebáceos já tenham sido destruídos. Será de igual forma necessário fazer um tratamento de longa duração para eliminar a doença.

Nessa situação então, os indivíduos que desejarem fazer um implante capilar ou outro tipo de intervenção cirúrgica para corrigir o problema, precisarão esperar pelo menos 2 anos.

Até que se comprove de fato, de que a doença não terá recidivas.

Antes de anunciar o diagnóstico, o médico dermatologista tricologista precisará fazer alguns exames característicos.

Inclusive uma biópsia do couro cabeludo, para sanar qualquer dúvida. E também, garantir segurança no resultado, para daí então, determinar um tratamento.

A Alopecia primária tem cura?

 

Não. Infelizmente, para estes casos, nem mesmo o transplante capilar irá surtir resultados positivos.

 

Alopecia na mulher

 

A queda de cabelos está entre um dos pontos que levam as mulheres ao desespero. E embora o sexo masculino esteja mais sujeito à calvície, as mulheres não perdem quase em nada. E a diferença fica numa proporção de 50% dos homens e 40% das mulheres.

Especificamente nas mulheres, os causadores da alopecia podem ser vários, entre eles:

  • Alterações hormonais – tireóide, ovários, entre outros;
  • Doenças autoimunes;
  • Genética;
  • Doenças infecciosas;
  • Seborreia;
  • Traumas emocionais;
  • Falta de alguns nutrientes no organismo;
  • Agressões externas – entre elas os alisamentos, tinturas, descolorações;

 

Quando procurar um médico

 

Quando perceber que a queda não para e que os fios estão cada vez mais finos e enfraquecidos,  é de suma importância buscar por um Dermatologista.

O negócio é tratar antes que grandes partes do couro cabeludo comecem a aparecer sem fios. E atualmente, a Alopecia feminina geralmente já tem reversão.

Importante: Geralmente a queda de cabelo só acontece devido a carência de vitaminas como as do complexo B, E, E ainda outros nutrientes como ferro, zinco. Ou ainda como consequência da má alimentação ou dietas radicais.

 

Tratamento com Remédios

 

Como adiantamos mais acima, quando a Alopecia é diagnosticada logo no inicio de sua manifestação, é possível combater o problema com alguns antibióticos, corticosteroides ou mesmo anti-inflamatórios para impedir que a doença se alastre por todo o couro cabeludo. 

Por isso, é importante não perder tempo.  Assim que os cabelos começarem a cair sem existir um motivo aparente, melhor é buscar pela ajuda médica com urgência.

tratamento alopecia cicatricial 490x322 Alopecia Cicatricial Queda no Cabelo, e o Tratamento

 

Quanto ao tratamento em si para combater a doença, somente o médico responsável, o Dermatologista, é que poderá indicar com maior segurança.  Inclusive para administrar o tratamento.

Bem sabemos que os medicamentos a base de antibióticos ou anti-inflamatórios e até mesmo os corticosteroides precisam ser usados com cautela.  ´É por isso, que apenas o médico responsável é quem poderá determinar o que ficará melhor.

No caso da Alopecia secundária, uma das opções em medicamento que pode ser indicada pelo médico para o tratamento após a cura da doença, é o Minoxidil.

Este que é um remédio com ação vasodilatadora que tem contribuído satisfatoriamente com o nascimento e crescimento de cabelos e barba. Porém, somente o médico é quem poderá recomendar.

 

Novas possibilidades de  tratamentos

 

Sem dúvidas, hoje já existem outros tratamentos que vão além dos remédios farmacêuticos. Apesar de ser uma situação complicada, os tratamentos são promissores na reversão da calvície. E também prometem melhorar a densidade dos fios.

 

Melatonina

 

Este que é o hormônio do sono, incentiva o equilíbrio na multiplicação das células germinativas do bulbo capilar.

Além de tudo, ainda confere mais resistência ao estresse que oxida os fios, tanto por efeitos internos como externos.

Ademais a melanina também tem o poder antagonista contrário ao DHT(di-hidrotestosterona). Este que é um hormônio diretamente ligado a queda d cabelo.

 

Laser de baixa potência

 

Bonés e tiaras de LED já estão disponíveis e são indicados por Dermatologistas e tricologistas, com o objetivo de parar a queda capilar.

Com ação direta sobre o metabolismo das células do bulbo capilar, este tratamento traz resultados bastante positivos.

Antes de mais nada, acaba ajudando no crescimento dos cabelos, melhora a espessura dos fios e ainda garante melhora na circulação sanguínea do couro cabeludo.

O mais complicado num tratamento como este, é que não custa por menos de 1.000 a 2.500 reais.

 

Tecnologia Suíça Hairstetics

 

A técnica se dá pelo implante de fios artificiais que cobrem toda a região, trazendo resultados estéticos satisfatórios.

Com aspecto bem natural, certamente que este material contas com diferentes tonalidades e texturas. Um procedimento seguro que após um ano, constata-se que a perda foi de apenas 10% dos fios.

O implante é numa única sessão, com a aplicação de anestesia local. E depois da perda de fios, se o paciente achar que deverá refazer o implante dos fios, poder´s repetir.

No entanto, essa é um,a técnica que exige paciência, pois a princípio o paciente deverá implantar alguns fios, e ficar em observação por umas 8 semanas. Isso para garantir de que não terá nenhuma rejeição ao material.

Depois do implante definitivo ser realizado, é importante cuidar para não tracionar excessivamente os fios, e também não usar aparelhos térmicos. Pois os fios são de nylon. Também não deverá usar tinturas à base de amônia.

Certamente que de tudo, o mais complicado fica por conta do preço, que pode chegar a 15 mil reais ou mais.

Obs.: Mas que fique bem claro, essa técnica é mais indicada para Alopecia Androgenética.

 

Dicas Interessantes

 

Toda pessoa, especialmente as mulheres precisam ficar de olho nos sinais que o corpo dá. Sendo assim, a queda de cabelo, muito que provavelmente, é um indício de que algo não está bem no organismo.

Outro ponto importante, é que o estresse é um grande inimigo dos cabelos fortes e saudáveis. E com certeza irá provocar a queda.

Cuide também com a questão da oleosidade do couro cabeludo, pois acredite ou não, também provoca a queda, certo?

Caso você está achando que está com essa doença Alopecia Cicatricial, não perca tempo, corra para um médico Dermatologista. Ele irá requisitar os exames necessários para o diagnóstico e tratamento necessários.

Leia também:
Remédio Minoxidil para Queda de Cabelo, Conheça

Loção e Shampoo para Dermatite Seborreica no Couro Cabeludo

Peeling capilar caseiro para recuperar a força e o brilho

Remédio para Foliculite no Couro Cabeludo, Tratamento

Umectação Capilar para cabelos mais bonitos e Saudáveis