Metronidazol Pomada e Comprimido, Tratamentos, Doses, Informações

Mesmo nesse tempos modernos, é muito comum acontecer infestações no corpo que são provocados por micro-organismos diversos.

Felizmente, podemos contar com algumas opções em medicamentos que ajudam a combater essas infestações.

Entre esses medicamentos podemos citar o Metronidazol pomada e comprimido que por certo, é bastante recomendado pelos médicos. Por isso, saiba mais sobre esse medicamento e sobre algumas doenças que ele pode tratar.

O que é

Metronidazol pomada e comprimido é um medicamento com ação antimicrobiana e anti-infecciosa capaz de combater micro-organismos anaeróbios e atividades anti-parasitárias.

Esse medicamento é muito recomendado para tratamentos de Giardíase, Tricomoníase, Amebíase, entre outras infestações.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido contém 250 mg, 400 mg ou 500 mg de Metronidazol.

Além disso, cada grama de pomada gel vaginal contém 100 mg de Metronidazol.

Para Amebíase

 

A Amebíase é uma infecção parasitária que acomete o intestino. Esse tipo de infestação é bastante comum em áreas onde o saneamento básico é deficiente a ponto de os alimentos e a própria água ingerida apresenta alguma contaminação fecal.

Sintomas da doença

  • Cólicas abdominais,
  • Evacuações de fezes pastosas com muco e sangue ocasional,
  • Sensação de fadiga,
  • Gases em excesso,
  • Perda de peso,
  • Dor na região retal durante a evacuação.

Casos mais graves da doença

  • Evacuação com fezes líquidas,
  • Febre,
  • Vômitos,
  • Evacuações excessivas ultrapassando a 10 vezes ao dia.

Como usar o medicamento – em geral, a recomendação médica é de 500 mg por via oral ingerido a cada 6 horas por um período de 5 a 7 dias consecutivos.

No entanto, para cada caso, existe uma situação. Por isso, o tratamento apropriado precisará ser recomendado pelo médico, após uma avaliação do paciente.

Para Rosácea

 

Rosácea é uma doença inflamatória crônica que acomete a pele muito comum em pessoas de pele clara. A princípio, essa doença se manifesta na região mais central do rosto, parecendo sintomas de queimadura.

No entanto, a doença pode se alastrar para as bochechas, testa, nariz e para o queixo. Com isso, o quadro se torna bem visível na pessoa infectada.

A doença acontece mais em mulheres do que em homens e as pessoas com com idade de 30 a 50 anos são as mais susceptíveis.

Infelizmente, ainda não se conhece um medicamento que favoreça a cura definitiva para a doença. Portanto, ao recomendar um tratamento, esse será para reverter o quadro ou então para evitar a evolução da doença.

Fatores de risco para a doença

Pode-se afirmar que existem diversos fatores que podem influenciar esse tipo de inflamação. Vejamos alguns desses fatores:

  • Hábito de tomar banhos com água muito quente,
  • Uso de bebidas alcoólicas,
  • Uso de medicamentos vasodilatadores ou fotossensibilizantes,
  • Ingestão de alimentos muito quentes,
  • Predisposição genética,
  • Alterações emocionais,
  • Alterações hormonais,
  • Reação do organismo por conta de mudanças bruscas na temperatura,
  • Excesso de exposição ao sol.

Ademais, outros fatores podem contribuir com essa inflamação, tais como:

  • Ingestão de café,
  • Alimentos por demais condimentados e picantes,
  • Alimentos com muito sal,
  • Alimentos que provocam a acidez no organismo como, por exemplo: carnes, refrigerantes, entre outros alimentos.

Sintomas dessa doença – os sintomas mais característicos dessa doença são:

  • Vermelhidão na face. Pequenos vasos sanguíneos no nariz e bochechas muitas vezes incham e tornam-se bem visíveis,
  • Protuberâncias no rosto muito semelhantes à Acne,
  • Nariz alargado, um sinal bem característico percebido em pessoas que estão infectados pela Rosácea,
  • Secura ocular e pálpebras avermelhadas, com irritação e inchaço.

Como usar esse medicamento – aplique a pomada de Metronidazol sobre a pele sempre com camadas finas. As aplicações devem ser feitas 2 vezes ao dia até que os sintomas da doença desapareçam.

Para Gardnerella

 

A infecção por Gardnerella Vaginalis ou Gardnerella Malibuncus sp são muito comuns acontecer nas mulheres pois essas bactérias habitam a vagina sem que sejam percebidas.

A infecção acontece quando ocorre uma proliferação dessas bactérias causando alguns sintomas característicos.

Apesar de ser frequente nas mulheres, o homens também podem ser infectados quando ocorre o ato sexual sem preservativos com uma mulher infectada.

Apesar de necessitar alguns medicamentos específicos para o tratamento, em alguns casos, menos severos, o problema pode ser resolvido naturalmente. A menos que a infestação tenha se agravado, basta higienizar corretamente a região da vagina para tratar o problema.

Causas da doença – não existe uma causa mais específica para a Gardnerella. No entanto, ela é mais comum em mulheres que costumam manter relações sexuais com vários parceiros.

Além disso, o vício do tabaco, uso de DIU, e a higienização incorreta da vagina também contribuem para esse tipo de infecção.

Desse modo, podemos dizer que a Gardnerella é uma doença sexualmente transmissível. O período de incubação da doença é de 2 a 21 dias, período em que a bactéria, mesmo presente, não manifesta os sintomas.

Sintomas da doença na mulher

  • Corrimento amarelado ou acinzentado,
  • Cheiro ruim que se intensifica após o ato sexual,
  • Pequenas bolhas na região vaginal,
  • Dor e ardência durante o ato sexual.

Sintomas da doença no homem

  • Dor ao urinar,
  • Vermelhidão no prepúcio, glande ou uretra,
  • Coceira persistente no pênis,
  • Secreção amarelada na uretra.

Como usar esse medicamento – geralmente, a recomendação médica é de 500 mg de Metronidazol por via oral ingerido a cada 12 horas por um período de 7 dias.

Além disso, pode-se fazer 1 aplicação diária intravaginal de creme ou gel a 0,75% por um período de 5 dias.

 

Para Giardíase

 

Giardíase é uma infecção intestinal causada por um parasita microscópico que pode ser encontrado em todo o mundo. No entanto, são nas regiões com condições sanitárias mais precárias, que ela é mais comum, devido a contaminação da água.

Além disso, também é possível ocorrer a contaminação em riachos isolados, desde que estes se encontrem poluídos.

Com toda a certeza, a contaminação com esse parasita, pode acontecer com a ingestão de água ou alimentos contaminados.

Além disso, também pode ocorrer o contágio de pessoa para pessoa. Isso acontece porque o parasita pode resistir por muito tempo fora do intestino do hospedeiro.

Sintomas da doença – entre os sintomas que essa doença pode apresentar estão:

  • Cólicas abdominais,
  • Náuseas,
  • Flatulência,
  • Diarreia aquosa,
  • Falta de apetite,
  • Mal estar,
  • Sensação de fraqueza.

O maior perigo de uma infestação por Giardíase é que geralmente os sintomas desaparecem depois de alguns dias. No entanto, o paciente poderá apresentar problemas intestinais, mais tarde, depois que os parasitas foram eliminados.

Como usar o medicamento – em geral, a recomendação médica é de 250 mg a 500 mg de Metronidazol ingerido a cada 8 horas por um período de 5 a 10 dias consecutivos.

Além do Metronidazol para o tratamento da Giardíase, existem outros que podem ser recomendados. Porém, nem sempre esses medicamentos atendem satisfatoriamente aos resultados esperados.

Por isso, como rege o ditado. “Melhor é sempre prevenir”, pois essa sempre será a melhor defesa.

Portanto, tome providências para que esse tipo de infestação não aconteça.

Para Tricomoníase

 

Provocada pelo protozoário Trichomonas Vaginalis, a Tricomoníase é uma doenças sexualmente transmissível que pode afetar tanto os homens como as mulheres.

Como ocorre o contágio – certamente que o contágio acontece quando existe o contato sexual com uma pessoa infectada. Nas mulheres, a região  afetada do corpo é o trato vaginal ( colo do útero, vulva, vagina ou uretra).

Enquanto isso, nos homens, a região mais afetada é o interior do pênis.

Tricomoníase na mulher

Com respeito a Tricomoníase Vaginalis na mulher, a infestação, certamente acontece na vagina. Porém, ela pode se manifestar de formas diferentes, tais como:

  • Sem nenhum sintoma presente,
  •  Com sintomas de infestação mais severos como a vaginite.

Dessa forma, a probabilidade é de que até 50% dos casos são assintomáticos quando o pH da vagina se apresenta normal entre 3,8 a 4,2. Assim, quando o pH se encontra acima desse nível, o médico já pode constatar a infecção.

Tricomoníase no homem

Ao contrário da mulher, os homens são infectados pelo contato sexual com a mulher infectada. Certamente que isso é muito comum quando não existe a presença do preservativo.

Além disso, nos homens, a infeção não provoca tantos danos, pois é autolimitada. Porém, quanto ao tratamento, esse é igual tanto para homens como para mulheres.

Outras informações sobre o contágio

Em suma, durante o coito, o parasita se desloca do pênis para a vagina ou então da vagina para o pênis, conforme existe a infestação. Sabe-se que não é normal ocorrer uma infestação em outras partes do corpo.

Portanto, é bastante improvável que as mãos, boca ou ânus sejam infectados. Porém, como segurança, não é bom facilitar.

Além disso, no que diz respeito aos sintomas, é importante mencionar que existem situações em que eles estão ausentes. Por certo, fatores como a idade da pessoa ou sua condição de saúde contribui para isso.

Sendo assim, sem a presença dos sintomas, o contágio do parceiro sexual poderá acontecer sem ser percebido. Com toda a certeza, nessa condição, o perigo do contágio é maior.

Sintomas da doença – os sintomas mais característicos que essa doença pode apresentar são:

  • Coceira no órgão genital (masculino ou feminino) – essa pode ser mais branda ou mais intensa,
  • Sensação de queimação ou ardor no momento de urinar ou no momento do ato sexual,
  • Urgência na necessidade de urinar,
  • Corrimento vaginal – em geral, mais abundante e pode apresentar uma coloração cinza, amarelada, verde ou branca,
  • Mau cheiro no corrimento – como resultado, o parceiro sentirá alguma repulsa.

Como usar esse medicamento – para combater a Tricomoníase a recomendação médica é de 4 comprimidos de 500 mg em dose única. Para tratamentos alternativos a indicação é de 1 comprimido de Metronidazol 500 mg ingerido a cada 12 horas por 7 dias consecutivos.

Contra Indicações

 

Metronidazol pomada e comprimido é contra-indicado para pacientes com sensibilidade à sua fórmula.

Além disso, é importante buscar por uma orientação médica mais consciente nas seguintes situações:

  • Mulheres no período de gestação,
  • Mulheres no período de amamentação,
  • Pacientes com disfunção no sistema nervoso central ativa ou crônica,
  • Pacientes com insuficiência hepática,
  • Pacientes que fazem uso de outros medicamentos.

Efeitos Colaterais

 

Entre os efeitos adversos mais comuns do Metronidazol pomada e comprimido pode apresentar estão:

  • Dor no estômago,
  • Náuseas,
  • Vômito,
  • Diarreia,
  • Gosto de metal na boca,
  • Vermelhidão e coceira na pele,
  • Inchaço no corpo,
  • Urticária,
  • Convulsões,
  • Tontura,
  • Confusão,
  • Alucinações,
  • Quadros de depressão,
  • Visão dupla,
  • Miopia,
  • Coloração amarelada na pele e na parte branca dos olhos,
  • Febre,
  • entre outros efeitos adversos.

Nomes e Preço

 

Entre os nomes comerciais com os quais o Metronidazol pomada e comprimido pode ser encontrado no mercado estão:

  • Flagyl – a embalagem com 24 comprimidos de Flagyl 400 mg tem um valor aproximado de R$ 27,00,
  • Neo Metrodazol – esse medicamento é encontrado na forma de creme vaginal e comprimidos com 250 mg. A embalagem com 20 comprimidos tem um valor aproximado de 17,00 reais.
  • Helmizol – a embalagem com 24 comprimidos de 400 mg de Helmizol tem um valor aproximado de R$ 25,00 reais.
  • Rozex – a embalagem com 30 gramas de pomada gel de Rozex tem um valor aproximado de R$ 61,00 reais.
  • Colpistatin creme vaginal – a embalagem com 40 gramas mais 10 aplicadores tem um valor aproximado de R$ 41,00 reais.
  • Terconazol creme vaginal – a embalagem com 30 gramas de Terconazol 8,0 mg, mais 5 aplicadores tem um valor aproximado de R$ 43,00 reais.

Por fim, ainda queremos relembrar nosso leitor que é importante buscar por aconselhamento médico antes de começar um tratamento. Metronidazol pomada e comprimido é um medicamento bastante eficaz, mas também tem seus efeitos adversos e contra-indicações.


Vale a Leitura