Como diminuir o enjoo durante a gravidez, Funciona

Infelizmente não tem como acabar completamente com o enjoo no início da gestação. No entanto, existem alguns conselhos que se forem seguidos poderão ajudar bastante.

Por isso, atente para algumas dicas e certamente, poderá lograr exito se a sua intenção é saber como diminuir o enjoo durante a gravidez.

Depois disso, aproveite seus conhecimentos para proporcionar um bem estar maior para outras gestantes.

Assim, será mais fácil enfrentar essa primeira fase da gestação até que o alívio chegue por volta do inicio do quarto mês de gravidez. Além disso, fique na torcida para que esses sintomas não se prolonguem por mais tempo.

De acordo com alguns estudos, em média 70% das mulheres sofrem com os enjoos na gravidez até o terceiro mês. É provável que um dos fatores causadores desses enjoos é a abundancia da progesterona.

Sabe-se que esse hormônio é responsável pelo ciclo ovariano e também por assegurar a concepção. Como resultado da ação desse hormônio, também o aparelho digestivo se torna mais lento, provocando os enjoos indesejáveis.

Também tem estudos que dizem que a mulher que apresenta altos níveis do hormônio Gonadotrofina Coriônica, é mais propensa a sofrer com enjoos na gravidez. No entanto, isso não tem nenhuma comprovação.

Na maioria das vezes os enjoos aparecem no período da manhã, mas podem também acontecer a noite. Na verdade, isso depende muito de mulher para mulher, pois algumas sofrem bem menos com esse desconforto.

como diminuir o enjoo durante a gravidez

Felizmente, essa é uma fase que passa, mas enquanto os sintomas existem, o jeito é dar um jeitinho de ludibriar o mal estar. Veja a seguir, alguns conselhos que certamente poderão contribuir para vencer esse desconforto.

A Alimentação

A qualidade da alimentação é primordialmente necessária durante a gravidez, pois ela implica tanto na saúde da gestante como do feto. Portanto, escolher os alimentos e por demais necessário.

Ainda que a mídia em nossos dias, defenda os alimentos industrializados, já está comprovado que os alimentos de origem vegetal são os mais saudáveis. Além disso, os alimentos de origem vegetal são mais facilmente digeridos.

E no que diz respeito aos enjoos, especialmente nos primeiros 3 meses de gravidez, certamente os alimentos ingeridos podem influenciar para mais ou para menos nesse sintoma.

Tenha consciência de que todo o alimento de gosto ou odor mais acentuado, pode contribuir para piorar os sintomas de enjoos e náuseas. Portanto, a começar pelo café, melhor será tirar essa bebida do cardápio.

Ademais, já que citamos o café, precisamos lembrar que essa bebida estimulante é altamente prejudicial à saúde da gestante. O café aumenta a frequência cardíaca tanto da gestante como do bebê.

Melhores alimentos para as grávidas

Os alimentos que ajudam a prevenir o enjoo matinal durante a gravidez, também fornecem nutrientes saudáveis. Atente para as dicas:

  • Carboidratos complexos que favorecem a digestão – bolachinhas integrais, torradas e macarrão integral, são sempre bem vindos.
  • Alimentos que são fontes de potássio – banana, beterraba, amêndoas, aveia, são alimentos que favorecem o fornecimento de potássio para as grávidas para controlar os vômitos.
  • Ácido Fólico e vitaminas do complexo B – esses são encontrados nos vegetais, tais como: brócolis, couve-folha, espinafre e nos cereais integrais.
  • Vitamina B6 – essa vitamina é encontrada nos cereais integrais, nos ovos, no peixe e na carne de frango.
  • Vitamina C – muito necessária para fortalecer o sistema imunológico, essa vitamina é encontrada no limão, laranja, kiwi, abacaxi, e outras frutas cítricas.
  • Cálcio – importante para a saúde dos ossos, esse mineral é encontrado em alguns vegetais e também no iogurte natural.
  • Chás – optar por uma bebida como o chá de Camomila ou Menta, favorece a digestão e o bem estar, especialmente nos dias mais frios.
  • Água – a água é um alimento naturalmente saudável que não deve ser esquecido. Especialmente as gestantes devem ingerir muita água pura todos os dias, pois ela favorece a hidratação do corpo.

Alimentos que promovem os enjoos na gestação

Entre os alimentos que aumentam a incidência de enjoos, podemos mencionar alguns, pois estes dificultam a digestão . Ademais, muitos desses alimentos são bem condimentados, o que favorece os enjoos.

  • Sanduíches – principalmente aqueles que trazem os embutidos e cremes industrializados com os pães brancos,
  • Salgadinhos – ricos em gordura trans e condimentos, estes também devem ser deixados de lado do cardápio diário.
  • Guloseimas diversas – ricas em açúcar e outros ingredientes nocivos à saúde, as guloseimas costumam promover a má digestão e o ganho de peso.
  • Café – já citado acima, essa bebida, amada de muitas pessoas é um estimulante que não faz bem para as gestantes e muito menos para o feto.
  • Bebidas alcoólicas e refrigerantes também promovem os vômitos. Além disso, são ricas em açúcar e outros conservantes nocivos para a saúde.

Além destes, ainda existem muitos outros alimentos que dificultam a digestão durante a gestação. É importante que a gestante se informe e adote os melhores alimentos para evitar os transtornos digestivos.

 Quando e quanto comer

Uma vez que é muito comum ocorrer os enjoos na gravidez, é importante saber se alimentar.  No entanto, isso também envolve a quantidade de alimentos ingeridos e o número de refeições durante o dia.

Então, melhor será comer pouco e mais vezes durante o dia. Nesse caso, uma dica é fazer uma refeição leve, a cada 3 horas, atentando para a qualidade dos alimentos ingeridos.

Pense dessa forma: melhor será forçar o estômago a manter um trabalho mais contínuo do que sobrecarregá-lo. Lembre-se de que estômago cheio, para uma gestante, é sinônimo de enjoo e mal estar.

Além disso, esqueça essa ideia de que você poderá comer o que der vontade durante o período de enjoos. Esses sintomas, são considerados perfeitamente normais, pelo menos durante o primeiro trimestre.

Por isso, preocupe-se com a sua saúde e a do bebê. O feto precisa se desenvolver e esse processo, começa a acontecer a partir da concepção.

Então, invista sempre em alimentos que, de fato, são saudáveis. A alimentação da gestante deve rica em ferro para evitar anemia e ácido fólico para garantir uma boa formação do sistema nervoso do bebê.

Planejando-se com um cardápio rico em nutrientes essenciais durante a gestação, fica mais fácil aceitar de comer menos, mesmo com mais refeições ao dia.

Odores

Para quem deseja saber como diminuir o enjoo durante a gravidez, é importante evitar ambientes com perfume que não agrada.

Mesmo em casa, procure se livrar de todo e qualquer odor que não lhe caia bem as narinas. Se não suportar, não use.

E no que diz respeito aos alimentos, uma boa alternativa é comer alimentos frios ou em temperatura ambiente, pois assim não exalarão tanto cheiro.

Bolachinha salgada

Bolachinha salgada é uma ótima alternativa para ludibriar o estômago contra os enjoos. Coma algumas e só levante depois de 30 minutos.

Se porventura lhe der enjoos durante a noite, levante-se, exercite os músculos e aproveite para comer uma ou duas bolachinhas.

Para suprir essa necessidade, aproveite para preparar os biscoitos caseiros para tê-los a disposição sempre que precisar. Esses são mais saudáveis.

Alimentos proteicos

Tipo as castanhas, nozes, amendoim, barrinhas de cereais, granola são alimentos que absorvem a acidez do estomago e sangue e aliviam o enjoo.

Sabemos que a carne é rica em proteínas e muito divulgada pelas mídias. Além disso, a grande maioria das pessoas aprovam.

Porém, lembre-se que esse alimento, sem dúvidas, dificulta a digestão. Por isso, deve ser evitado.

Ademais, a forma como os animais são preparados para o abate em nossos dias, de forma alguma podem ser reconhecidos como um bom alimento.

Coma mais seguido

Evite comidas gordurosas e muito fortes. As frutas são ótimas alternativas como alimento.

Também deve-se evitar ficar com o estômago vazio. Coma sempre alimentos saudáveis, o ideal a cada 3 horas.

Não tome nas refeições – evite ao máximo tomar líquido com as refeições, pois além de lhe causar mal estar ainda limita o espaço da alimentação.

Tenha sempre algo a mão – bolachinhas integrais, uma barrinha de cereal, uma torradinha, você poderá sempre ter algo junto com você.

Vitamina B6 – a falta da vitamina B6 pode ocasionar o enjoo. Consulte seu médico para ver se será viável tomar este suplemento.

Porém, nunca faça uso de suplementos sem a devida orientação médica. Antes é preciso saber de, de fato, é necessário.

Cheirar e tomar limão

Ótimo para combater o mal estar, o limão pode ser espremido num copo de água fresca ou gelada e tomado sem adição de açúcar.

Além disso, você pode também beliscar a casaca do limão e cheirar, aquele aroma proporciona bem estar.

Gengibre – o gengibre proporciona bem estar. Faça uso do chá, mastigue um pequeno pedacinho, ou use balinhas de gengibre.

Seja comedida. Lembre-se que quando em excesso, qualquer benefício, pode se tornar em malefício, principalmente durante a gravidez.

Mantenha-se sempre muito bem hidratada – não esqueça que você precisa tomar muita água, para manter-se hidratada, isso vai te fazer muito bem.

Fazer repouso – é importante fazer repousos de pouco em pouco, pois afinal de contas a ansiedade e o estresse podem ser causas dos enjoos.

Além disso, o repouso também favorece a circulação sanguínea, facilitando a digestão.

Com respeito ao repouso, é importante valorizar o sono da noite. O melhor para a saúde é ir dormir cedo e acordar mais cedo.

Fazer exercícios físicos – é muito importante fazer atividades físicas, pois elas melhoram o bem estar físico de qualquer pessoa, inclusive das grávidas.

Evite movimentos rápidos

Com os movimentos rápidos a pressão pode baixar, e isso pode causar os enjoos e mal estar, então faça movimentos leves.

Evite o chá mate – assim como o café, o chá mate  atua diretamente na frequência cardíaca tanto da mãe como do bebê.

Além disso, o cheiro desse chá também pode ser repugnante para a gestante.

Dirija – se você dirigir o carro terá menos possibilidades de se sentir enjoada.

É importante toda mulher ter a consciência de que se acontecerem os vômitos com muita frequência, deve-se buscar o médico.

Previna-se contra a hiperemese gravídica, e tenha uma gestação saudável e segura.

Para finalizar, também é importante cultivar os pensamentos positivos. Por isso, nada de ficar ansiosa e preocupada sem um motivo justo.

Às vezes, as crises de enjoos e vômitos, preocupam, é verdade. Mas se você se cuidar, os transtornos serão facilmente suportáveis.

Agora que você já sabe como diminuir o enjoo durante a gravidez, aproveite as dicas que certamente te ajudarão a se sentir melhor nesta fase da vida.