Remédio para UNHA Encravada Inflamada ( Como Desencravar )

Provocada por fatores bem variados, os transtornos com unha encravada pode acontecer com qualquer pessoa. Portanto,  basta alguns descuidos e o problema se manifesta.

Primeiramente com um leve desconforto, mas que aos poucos se transforma em dor, a unha encravada, certamente pode causar grandes transtornos.

Então, com o passar do tempo, se não tratado de imediato, mais do que um simples desconforto, a unha encravada passa a ser um sério problema. Certamente, agora as dores agudas tiram o sono e ainda nos privam da rotina do dia a dia.

Com o propósito então de ajudar a resolver esse problema, vamos falar um pouco sobre o remédio para unha encravada inflamada. Além disso, vamos procurar mostrar como desencravar a unha, mas antes precisamos explicar os motivos para que o problema aconteça.

 

O que é a unha encrava

Unha encravada é uma condição bastante desconfortável quando a borda da unha cresce e penetra por baixo da pele do dedo. Como resultado disso, o dedo afetado fica bastante dolorido.

Por vezes, esse problema pode ser curado com a ajuda de compressas ou medicamentos mais específicos. Porém, em condições mais severas, pode ser necessário uma intervenção cirúrgica para a retirada da unha.

Sintomas da unha encravada

Como resultado de uma unha encravada, podemos observar alguns sintomas bem característicos, tais como:

  • Desconforto no dedo – primeiro sinal de que algo está errado,
  • Coloração avermelhada na pele ao redor da unha encravada, primeiro sinal de inflamação,
  • Inchaço no dedo com o problema,
  • Dor que pode ser mais branda ou mais intensa dependendo da gravidade,
  • Sensibilidade ao toque quando o problema está mais adiantado,
  • Dor latejante, sinal bem característico de que existe uma inflamação presente.

Portanto, fique atento a qualquer desconforto que possa acontecer. Com toda a certeza, se existir algum probleminha com a unha, quanto mais cedo tratar, menores serão os transtornos provocados pela dor.

 

unha encravada 490x245 Remédio para UNHA Encravada Inflamada ( Como Desencravar )

Porque a unha encrava

 

A princípio, problemas de unha encravada acontecem por conta da falta de cuidados no momento de aparar as unhas, tais como:

  • Quando as unhas são cortadas muito curtas,
  • Quando as bordas são aparadas de forma a ficarem arredondadas. Cortadas dessa forma, fica mais fácil a unha virar para dentro e penetrar na pele ao crescer.

Ainda entre os fatores que contribuem para uma unha encravada, podemos mencionar:

  • Costume de usar calçados apertados,
  • Acidente com pancadas fortes machucando o dedo e a unha,
  • Uso de calçados folgados demais. Nesse caso, os pés ficam “dançando” dentro do calçado facilitando para que os dedos machuquem,
  • Problemas de nascença, quando o indivíduo já nasce com a propensão de desenvolver o problema por conta de deformações nos dedos. Dessa forma, cedo ou tarde, o problema poderá acontecer.

Como tratar uma unha encravada

Já adiantamos que quanto mais cedo começarmos a tratar uma unha encravada, melhor. Com toda a certeza, será mais fácil mexer com a unha, pois ainda não existirão as dores mais intensas.

Além disso, quando o problema está recém começando, o tratamento poderá ser feito sem necessidade de ir ao médico. Ainda tem mais, pode nem ser necessário o uso de um medicamento específico.

Assim, com um pouco de paciência na fase inicial do problema, podemos fazer uso de um cotonete ou mesmo de um fio dental para levantar a unha e retirá-la da pele, aliviando a dor.

Outra dica que poderá ser útil

Se acaso, o problema com a unha encravada está recém começando, a dica a seguir certamente será muito útil, atente para ela:

  • Coloque o pé de molho na água morna ou mais quente por 15 minutos. Enquanto isso, massageie com cuidado o dedo afetado.
  • Passado esse tempo, force a unha para cima, sempre com cuidado. Feito isso, molhe uma pequena mecha de algodão em um antisséptico e procure colocar por debaixo da unha.
  • Vai doer um pouco, mas se você conseguir que ela levante um pouco, poderá trabalhar para apará-la e resolver o problema.

Depois disso, melhor será evitar o uso de calçados fechados, pelo menos até que os sintomas da unha encravada tenham desaparecido.

Porém, quando o problema com a unha encravada está adiantado, melhor é não tentar resolver o problema sozinho. Busque por um médico dermatologista para resolver o problema.

Hora de buscar por ajuda médica

Quando o problema é simples, o remédio para unha encravada inflamada pode ser caseiro, pois existem algumas soluções bem eficazes. Porém, para problemas mais sérios, com inflamação intensa e secreção purulenta, é importante buscar por ajuda médica sem demora.

Na visita ao médico, este certamente fará algumas perguntas para tentar identificar qual é a verdadeira causa do problema. Apesar de existir uma causa mais conhecida, ainda podem existir outros fatores influenciando no problema.

Além disso, na conversa com o paciente, o médico precisa avaliar as condições de  saúde do paciente, de uma maneira geral. É preciso ter consciência de que alguns problemas de saúde poderão dificultar o tratamento.

Complicações de saúde como a diabetes, hipertensão, má circulação sanguínea, por exemplo, são motivos suficientes para dificultar um tratamento.

Depois  então de avaliar a gravidade do problema, o médico poderá recomendar um medicamento específico. Além disso, determinará alguns cuidados imediatos que contribuirão com a solução do problema.

Certamente que também não podemos descartar a necessidade de uma cirurgia. Se as dores são mais intensas, talvez será preciso remover parte da unha ou ela inteira.

Nesse caso, é feita uma anestesia local. A cirurgia é simples e rápida e, ademais, resolve-se o problema para sempre.

Porque evitar soluções caseiras

Por conta das despesas médicas, mesmo em situações mais agravantes, existem aqueles que insistem em tratar uma unha encravada com soluções caseiras.

É importante que se saiba que para esses casos mais graves, existe um grande risco de maiores complicações, especialmente se o indivíduo é diabético ou tem algum problema pela má circulação do sangue na região do pé.

Quando o paciente sofre com a diabete, má circulação ou mesmo tem o sistema imunológico deficiente, existem riscos maiores. Uma unha encravada mal tratada pode causar Celulite, Erisipela, Gangrena e até mesmo Osteomielite com comprometimento mais generalizado.

Então, ao se optar pela ajuda médica,  após uma breve entrevista com o paciente e quem sabe depois de alguns exames necessários, o profissional indicará o melhor tratamento para garantir que o paciente fique de fato curado do problema.

Pomadas para tratar unha encravada

Para casos menos extremos, existem alguns tipos de pomadas bem específicas que o médico poderá indicar como remédio para unha encravada inflamada, entre essas opções podemos citar:

Pomada Nebacetin 

Essa pomada é composta por dois tipos de antibióticos com grandes vantagens no tratamento. Trata-se de um medicamento muito poderoso para combater micro-organismos sensíveis.

Como usar essa pomada – em geral, essa pomada é aplicada até 5 vezes por dia sobre o dedo inflamado, mas isso, certamente o seu médico irá aconselhar.

Também é importante manter o dedo bem protegido com gaze e com 2 ou 3 dias de tratamento, já se sentirá grande melhora.

Com sorte, a melhora do problema poderá ser observado após 2 ou 3 dias a partir do início do tratamento.

Atenção – esse medicamento não deve ser utilizado nas seguintes situações:

  • Por mulheres no período de gestação,
  • Por mulheres no período de amamentação,
  • Por crianças menores de 14 anos.

Pomada Neosporin

Mais um medicamento a base de antibiótico que poderá ser utilizado para tratar de unha encravada. Essa pomada é especial para a cura da pele infeccionada.

Ademais, trata-se de um medicamento que pode ser utilizado em crianças a partir de 2 anos de idade.

Como usar essa pomada – para usar esse medicamento, siga a seguinte recomendação:

  • Limpe a área da pele afetada, nesse caso ao redor da unha encravada,
  • Aplique uma pequena quantidade da pomada, 1 a 3 vezes ao dia.
  • Depois disso, se for necessário, cubra com um curativo estéril.

Nimesulida comprimidos

Nimesulida na forma de gotas é mais um medicamento que poderá ser recomendado pelo médico para ajudar a combater os sintomas provocados pela unha encravada.

Trata-se de um medicamento com ação anti-inflamatória e analgésica, muito eficaz no combate a dor, inflamação e também à febre. No entanto, ele não é recomendado para crianças menores de 12 anos de idade.

Como usar esse medicamento – em geral, a dose recomendada pelo médico é de 50 mg a 100 mg (1/2 a 1 comprimido), duas vezes ao dia. Para casos mais complicados, o médico poderá recomendar uma dose de até 200 mg ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns desse medicamento são:

  • Sonolência,
  • Tonturas,
  • Dor de cabeça,
  • Coceira,
  • Icterícia,
  • Dor de estômago,
  • Diminuição no volume urinário,
  • Escurecimento da urina,
  • Enjoo,
  • Vômitos,
  • entre outros efeitos indesejáveis.

Além destes, ainda existem outras opções em medicamentos que certamente contribuirão com o tratamento da unha encravada. Porém, não esqueça de buscar pelos conselhos de um médico especialista.

Pomada Diprogenta

A pomada Diprogenta é mais um poderoso medicamento capaz de combater micro-organismos diversos que causam danos à pele. O medicamento apresenta ação anti-inflamatória, antipruriginosa e vasoconstritora.

Diprogenta contém em sua fórmula o Sulfato de Gentamicina e o Dipropionato de Betametasona.

Como usar esse medicamento – primeiramente o médico deverá recomendar a aplicação da pomada 2 vezes ao dia, sempre com camadas bem finas. Posteriormente, a dosagem poderá ser reduzida para um tratamento de manutenção.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns que esse medicamento poderá apresentar são:

  • Ardência na pele no local do tratamento,
  • Vermelhidão na pele no local do tratamento,
  • Coceira,
  • Irritação e/ou ressecamento da pele no local do tratamento,
  • Crescimento excessivo de pelos, nesse caso, sobre o dedo,
  • Diminuição da pigmentação da pele,
  • Crescimento de fungos ou bactérias resistentes ao medicamento.

 

Como prevenir  unha encravada

Como diz o ditado, “a prevenção sempre é o melhor remédio”. Por isso, procure prevenir-se desse problema agindo da seguinte forma:

  • Evite calçados apertados demais ou muito folgados
  • Ao aparar as unhas, elas devem ficar retas, nunca arrendondas
  • Após o corte, lixe as unhas para evitar que fiquem alguma felpa que provoquem ferimentos
  • Não retire as cutículas do dedo, pois estas ajudam a protegê-lo
  • Sempre que possível, evite os calçados fechados.
  • Cuidado com sua postura, especialmente na hora de caminhar.

Além destes conselhos úteis, lembre-se que a higiene nos pés também é importante, especialmente se existe o problema com unhas encravadas. O problema, por vezes pode ser solucionado, mas também poderá voltar.

Lembre-se de que os pés bem higienizados, dificultará a ação de fungos e bactérias. Portanto, tenha um cuidado especial com seus pés, principalmente debaixo das unhas.

 

 

Leia também:
Pomada para Queimadura de Fogão, Moto e outros Acidentes

Remédio Fluconazol Comprimido e Pomada – Para que Serve

Pomada para Queimadura de Sol na pele, Nomes

Pomada para Rachadura na Mama, Nomes, Tratamento

Pomada para Coceira no Saco Escrotal, Nomes