Quando Começa a Menopausa e quais os Tratamentos

Você sabe Quando Começa a Menopausa e o Tratamento que deve ser feito nessa fase de transição na vida da mulher, quando ela passa de uma fase fértil para infértil?

É normal à medida que os anos passam, vir a preocupação com a menopausa, quando que esse momento vai chegar e quais os sintomas, como tratar, enfim, geralmente essa fase é olhada com muito preconceito.

Bom, sabe-se que é na menopausa que cessa a ovulação e consequentemente a menstruação. Mas é importante saber também que não é aí que a vida acaba, e sabendo como aliviar os sintomas, é possível viver plenamente e com alta qualidade de vida.

 

O que é Menopausa e o que é Climatério

 

Bom para entendermos melhor, é importante entender primeiramente que climatério é a fase de transição da fase reprodutiva para a fase onde a mulher deixará de ovular. Nesse meio tempo, automaticamente deixará de ser reprodutiva.

Nessa fase conhecida como climatério, as funções do ovário se reduzem.  E por consequência, os ciclos menstruais se tornarão irregulares até que um dia cessam, ou seja, acontece a última menstruação.

Essa última menstruação é que deve ser denominada de menopausa, e ocorre durante o climatério. Fase esta que ocorre dos 45 aos 55 anos de idade. E acontece, puramente pela interrupção na produção de hormônios pelos ovários.

menopausa 490x287 Quando Começa a Menopausa e quais os Tratamentos

No entanto, o climatério pode começar mais ou menos aos 40 anos, sendo este o preparo para a menopausa.

 

Redução hormonal natural

 

É certo que a partir dos 30 anos a mulher já começa a ter uma redução dos hormônios no corpo. Mesmo que em mínima quantidade, já é suficiente para que o corpo comece a apresentar as reações.

Essas alterações que são bastante significativas surgem da diminuição na  produção celular, na disposição, no metabolismo e funcionamento global do organismo.

 

Idade Comum

 

A menopausa costuma acontecer mais ou menos por volta dos 45 a 55 anos, e se dá a partir da última menstruação. Mas poderá variar de mulher para mulher. Sendo que algumas poderão entrar na menopausa mais cedo, enquanto outras, mais tarde.

E só acontece a menopausa, de fato, a partir de 1 ano sem menstruação.

 

Menopausa precoce

 

Pode acontecer de algumas mulheres já começarem com os sintomas do climatério antes dos 40 anos de idade, para algumas, enquanto para outras antes dos 45. De qualquer forma, antes dos 45 anos de idade é considerada precoce.

Não existem causas definidas para o surgimento da menopausa prematura. Mas o que se percebe é que pode ter origem genética, autoimune, infecciosa ou iatrogênica em casos de radioterapia, quimio ou cirurgia.

Obs.: É importante ressaltar de que todas as mulheres vão passar pelos sintomas do climatério ou pré menopausa. A diferença entre as precoces e as normais, é que as primeiras irão sentir os sintomas mais cedo.

 

Menopausa induzida

 

Essa situação poderá acontecer por indução de tratamentos médicos. Como já comentamos acima, poderá ocorrer devido a tratamentos como a quimioterapia, radioterapia e cirurgia de ovários, cistos, ou também por doenças autoimunes.

Esta pode ser causada também por isotretitoína, que é um medicamento para o combate a acnes.

Estágios da menopausa

 

De acordo com a medicina ginecológica, a menopausa se divide em 3 estágios:

  • Pré menopausa – quando o corpo da mulher começa a se preparar para não ser mais fértil. A principal característica é a redução dos hormônios. Esta é a fase do climatério. Esta é uma fase assintomática, e quando os sintomas apontam já começa a fase seguinte, chamada de Perimenopausa.
  • Perimenopausa – Este é o período que envolve a pré menopausa e o primeiro ano pós menopausa. Normalmente nessa fase é que a mulher irá sentir os primeiros sintomas da menopausa. Estes que podem ser os calorões, alterações do humor e do sono, e finda quando dá um ano sem menstruação.
  • Pós menopausa – Esta é a fase que inicia 1 ano após a última menstruação. E, certamente, se estende até o final da vida de uma mulher. Nesta fase, especialmente nos primeiros 5 anos pode acontecer a osteoporose e os acidentes cardiovasculares.

Importante: Nessa pós menopausa como um todo, é bastante comum acontecer a atrofia vaginal, que causa secura e dores durante o ato sexual.

A menopausa, portanto, é exatamente a última menstruação de uma mulher.

Quais são os Sintomas

 

Certamente, é  normal aparecerem alguns sintomas que indicam quando a menstruação está chegando. Esses sintomas acontecem na pré menopausa, podendo surgir mais ou menos aos 40 anos.

Os sintomas da menopausa são bastante semelhantes aos sintomas do climatério. E em algumas mulheres eles podem ser mais intensos do que em outras, veja:

  • Ondas de calor ou fogachos como também são conhecidos;
  • Suor noturno;
  • Dores de cabeça;
  • Retenção de líquidos e inchaço;
  • Irritabilidade, ansiedade e depressão;
  • Irregularidade na menstruação;
  • Palpitações e sensação de desmaio;
  • Coceira e secura vaginal, podendo causar desconforto e dor na relação sexual;
  • Diminuição da libido;
  • Diminuição do tamanho dos seios e flacidez;
  • Dificuldades para dormir;
  • Diminuição da autoestima;
  • Aumento do peso e lentidão do metabolismo;
  • Pele seca;
  • Cabelos mais finos;
  • Aumento da porosidade dos ossos;
  • Falta de elasticidade da pele.

Com toda certeza, esses sintomas podem se manifestar por alguns anos, até que então a mulher entra na menopausa definitivamente. Quando fica 12 meses sem a presença da menstruação.

Depende também de mulher para mulher, e depende da fase também. Mas existem outros sintomas menos comuns como:

  • Fadiga;
  • Incontinência urinária;
  • Surgimento de espinhas;
  • Diminuição da memória;
  • Calafrios.

Importante: A mulher precisa tomar cuidado para não engravidar nessa fase de oscilações menstruais, pois pode ainda ocorrer uma gravidez inesperada.

Tratamento com Reposição de Hormônios

 

Somente um médico pode determinar qual seja o melhor tratamento para cada caso em específico, quanto tempo este deverá ser feito e qual é o melhor medicamento.

Entre os medicamentos mais usados em tratamentos temos:

Estriol – indicado para tratar os problemas que surgem na menopausa e também para cicatrização de cirurgias durante esses período. É um creme vaginal que só deve ser usado sob prescrição médica.

Acetoflux – outro medicamento que serve, entre outros, para os problemas causados pela menopausa.

Depo Provera – é um tipo de reposição hormonal.

Para tratar ainda pode precisar de mudanças de hábitos como:

  • Exercícios e atividades físicas diárias;
  • Hábitos alimentares saudáveis;
  • Terapia hormonal individualizada.

Importante: Nem todas as mulheres vão precisar de tratamento para reposição hormonal, pois em algumas os sintomas são bastante leves.

Reposição Hormonal Engorda?

 

Até agora não existe nada comprovado de que a reposição hormonal engorda. Mas o fato é, que é normal acontecer o acúmulo de gordura em torno do abdômen, devido as mudanças hormonais.

Esse aumento de gordura pode ser causado pela diminuição muscular e também do nível de energia que são consequências da idade.

Mas o que pode acontecer, especialmente no início do tratamento é a retenção de líquidos e inchaço. No entanto, com o passar do tempo, isso se normalizará devido ao ajuste da dosagem.

Reposição Hormonal gera problemas cardíacos?

 

Segundo pesquisadores, o uso de reposição de estrogênio, não protege contra doenças cardíacas e pelo contrário pode aumentar as chances desses problemas.

Por certo, se usar estrogênio mais progestina, pode aumentar em 24% as chances de doenças do coração. Com aumento de até 81% no primeiro ano de tratamento.

No entanto, ainda existem estudos sobre isso, mas não há consenso total sobre o assunto. E deve ser um assunto de muita conversa com o seu médico para garantir de que sua vida não estará em risco.

Sangramento Durante o Tratamento

 

De fato, pode acontecer o sangramento durante a reposição hormonal, devido a sensibilidade aumentada para o canal vaginal por consequência das alterações hormonais.

 

Possíveis complicações pós menopausa

 

As chances de se ter complicações após a menopausa, são bem maiores. Confira quais:

  1. Doenças cardíacas e vasculares – Os riscos cardiovasculares aumentam em consequência da diminuição do hormônio conhecido como estrogênio. E infelizmente essa é uma das doenças mais fatais entre mulheres e homens. Portanto é importante controlar a pressão arterial e baixar o colesterol. Além de fazer muita atividade física.
  2. Osteoporose – Mais ou menos por 5 anos depois da última menstruação, a densidade óssea poderá ser perdida de maneira muito rápida. Tornando dessa forma os ossos frágeis e sujeitos a quebraduras. Nessa fase, quando a mulher apresenta a osteoporose poderá facilmente apresentar fraturas de pulso, quadril e coluna.
  3. Incontinência urinária – Os tecidos da vagina e da uretra vão perdendo a elasticidade, e à medida em que isso acontece , a mulher poderá ter situações de urina intensa e forte, além da perda urinária involuntária, até por uma tosse ou riso. Também aumenta a susceptibilidade da mulher a contrair infecções urinárias. É de suma importância a prática de exercícios de fortalecimento pélvico kegel, e também de estrogênio vaginal. Estes poderão dar alívio a este problema.
  4. Função sexual – devido a diminuição na produção de umidade vaginal e a perda da elasticidade, poderão causar o ressecamento vaginal. Isso poderá causar desconforto, dor e muitas vezes até leves sangramentos vaginais durante as relações sexuais. Isso também poderá gerar um desinteresse pelo ato sexual. É de suma importância adotar o uso de hidratantes lubrificantes vaginais à base de água. Caso não seja o suficiente, poderá adotar o uso do estrogênio vaginal.
  5. Aumento do peso – Por conta da diminuição da atividade metabólica do corpo, muitas mulheres tendem a ganhar peso após a menopausa. Diante tal, é importante que a dieta seja ainda mais equilibrada e as atividades físicas sejam diárias.

 

Orientações gerais

 

Além de buscar as orientações médicas necessárias para esta fase de mudanças na sua vida, é importante também adotar outros hábitos saudáveis como:

  • Beber muita água;
  • Especialmente tomar água após os exercícios físicos;
  • Fazer exercícios físicos diariamente. Pode ser caminhada, corrida, natação, dança ou musculação;
  • Use roupas mais leves, e sempre que possível esteja em ambientes frescos e bem ventilados;
  • Não fume, não beba bebidas de álcool, não use drogas;
  • Suas refeições devem ser leves e saudáveis;
  • Tome muito sol;
  • Respire ar puro;
  • Durma pelo menos 8 horas diárias;
  • E acima de tudo, confie em Deus.

Então é isso, agora você já sabe Quando Começa a Menopausa e o Tratamento que pode ser feito. Mas sabe também que a reposição hormonal deve ser feita somente sob orientação médica. E deve ser específica para cada paciente. Além de que deverá ser iniciada assim que a mulher entrar na menopausa para não correr outros riscos por conta da reposição hormonal.

É bom ficar esperta e cuidar da sua saúde física, mental e espiritual, pois saiba que a vida não acaba com a menopausa.

Leia também:
Remédio para Progesterona Baixo ( Tratamento )

O Tamanho da barriga mês a mês na gravidez, conheça

Anticoncepcional para não Menstruar, Nomes (Como Tomar)

Dicas para engravidar mais rapidamente e cuidados importantes

Nomes de Remédios para fazer Descer a Menstruação, Conheça