MELHORES POSIÇÕES PARA BEBÊ com gases, com cólica, amamentação e mais

Hoje vamos falar um pouco para aquelas mães que ainda estão na dúvida e não sabem exatamente quais são as MELHORES POSIÇÕES PARA BEBÊ dormir ou ainda quando este está com gases, cólicas, na hora da amamentação, refluxo, enfim, vamos buscar ajudar, para que a segurança e bem estar do seu bebê seja o melhor possível.

Conhecer as melhores posições para seu bebê em cada situação acima citado, faz com que este tenha uma qualidade de vida melhor, sofra menos e esteja melhor protegido contra os tantos desconfortos.




Para dormir, por exemplo, é quase unânime entre os especialistas que a melhor posição é de barriga para cima. Isso faz com que ele tenha espaço para se movimentar e respirar, tornando seu sono mais tranquilo e seguro. Até mesmo se sofre de refluxo, a posição é a mais indicada.

Quando o bebê está com Gases

É comum os bebês sofrerem com gases no aparelho gastrointestinal, isso proveniente de ar que pode ser engolido durante a amamentação, ou ainda quando estes chupam dedo ou chupeta.




Mas também podem provir de alguns tipos de alimentos consumidos pela mãe durante o período de amamentação. Esses alimentos acabam sendo passados para a criança através do aleitamento.

Se o gás é no estômago, este é liberado através do arroto. Já se está no intestino, será eliminado através de puns.

Quando não eliminados, eles podem causar cólicas na criança, que chora muito, se contorce e acabam tirando a estabilidade da família que fica toda preocupada.

Mas, é bem nessa hora que a paciência e calma devem perdurar, pois o clima tenso só piora as coisas.

Então o que fazer?

Já é comprovado  que os bebês que mamam na mamadeira, são mais sujeitos aos gases e cólicas, do que aqueles que mamam no peito.

Então:

  • Para amamentar o bebê, é preciso que este fique na posição correta, a mais ou menos 45º.
  • Procure acertar no bico da mamadeira que traga menor possibilidade de o bebê engolir ar.
  • Depois da mamada, posicione o bebê ereto sobre seu ombro, e permaneça com ele assim, até que arrote, e se não, fique assim por até 15 minutos.

Gases excessivos

Caso os gases sejam excessivos:

  • Deite seu bebê sobre o antebraço ou colo de barriga para baixo;
  • Coloque uma perninha para cada lado, e segure a parte de cima, corpo e cabecinha.
  • Então, no colo massageie suavemente as costinhas do bebê e faça um balanço nas perninhas para baixo e para cima.

Posição para bebê com Cólica

É interessante saber que existe uma porcentagem de 20 em cada 100 bebês que sofrem muito com as cólicas, e quando isso acontece, é importante a mãe saber que geralmente elas passam depois de algum tempo.

As cólicas, ao contrário do que muita gente pensa, não são causadas pelo acúmulo de gases, e por outros fatores como a imaturidade do aparelho digestivo e sistema nervoso do bebê.

Outra coisa, é que são as cólicas que podem causar gases, devido ao bebê engolir muito ar enquanto chora.

Geralmente as cólicas somem após o 3º mês de vida, mas em algumas situações é importante levar ao pediatra, para que esse confirme se realmente é cólica ou outro problema.

Sintomas de cólicas:

  • O bebê chora por mais de 3 horas sem parar por dia
  • Mais de 3 x na semana
  • Por mais de 3 semanas
  • solta gases
  • Chora e se contorce encolhendo as perninhas

Bom, se seu bebê está com cólicas, existem algumas posições que ajudam muito:

  1. Segure seu bebê de barriga para baixo sobre o antebraço e incline a cabecinha dele para frente enquanto dá palmadinhas leves sobre suas costinhas.
  2. Ou então, posicione-o em pé contra seu peito, dando leves batidinhas nas costas.
  3. Segure o bebê debruço sobre seu braço fazendo massagem na barriga e mantendo-a levemente pressionada.

Massagens para gases e cólica, como fazer

Existem muitos tipos de massagens que são bastante eficientes para combater as terríveis cólicas de bebês, e entre elas podemos contar com a SHANTALA. Esta  auxilia o processo digestivo, alivia e previne os gases num procedimento de apenas 3 movimentos:

  1. Pegue seu bebê e ajoelhe-se no chão com ele de barriga para cima. Segurando nas panturrilhas eleve as perninhas dele em direção ao abdômem, segure alguns segundos e volte. Repita esse movimento 3 x.
  2. Faça um movimento com as perninhas do bebê dobradas em sentido horário fazendo com que as coxas do bebê massageiem sua barriguinha.
  3. E como terceiro movimento, mantenha seu bebê ainda com as perninhas dobradas e delicadamente role o bebê de um lado para o outro. Repita esse procedimento algumas vezes.
  4. Dar um banho bem morninho com chá de ervas calmantes como camomila ou alfazema num balde onde ele poderá ficar sentado com as pernas bem próximas ao abdômem por uns 15 minutos será ótimo também.

Posições pro bebê fazer coco

Quando o seu bebê nasce, ainda não toda a parede muscular do intestino bem formada, e isso prejudica na hora de fazer cocô.

E mesmo quando estes são amamentados no seio materno, pois o leite da mãe facilita a evacuação, é com o tempo que essa situação melhora.

Então, entre tantas dicas que podemos ter para ajudar seu bebê a fazer cocô, temos uma que super funciona e vamos deixar descrita aqui para você:

  1. Pegue seu bebê  apoiado contra seu abdômem e sentadinho no seu braço euqnato com a outra mão segura firmemente no abdômem da criança passando a mão por baixo do bracinho dele.
  2. Agora pegue as perninhas do seu bebê e cruze-as com cuidado, segurando o bebê na mesma posição só que com as pernas dobradas pressionando a barriguinha dele.
  3. Fique assim por alguns minutos, e logo seu bebê fará o cocô.

Posição ao Amamentar

Uma boa posição para amamentar é aquela onde você se sentirá descansada e confortávelmente sentada, e seu bebê terá facilidade para alcançar o seio e para isso ele precisa estar bem juntinho.

O bebê precisa ter condições de pegar mais a auréola debaixo do que a de cima, o queixo deve estar enconstado na mama e as bochechas cheias. Ele deve mamar sem fazer barulhos, a não ser o de engolir.

Então:

  1. Posicione seu bebê de barriga contra a sua, e isso poderá ser com o braço contrário ao seio em que estará amamentando ou do mesmo lado.
  2. Ou então, coloque o bebê apoiado sobre sua coxa de frente para o seio.
  3. Deitada, coloque o bebê ao seu lado com a cabecinha levemente erguida para que possa engolir o leite. Mas tome cuidado, pois nessa posição é fácil acontecerem acidentes, especialmente a noite, se a mãe não está bem acordada.
  4. Se a mãe estiver em pé, deverá apoiar o bebê com as mãos entre as perninhas dele para que ele fique melhor deitado.
  5. Sentada com o bebê de lado por baixo do seu braço, ofereça o seio que estiver mais próximo da boquinha dele. Para maior conforto, use almofadas para apoiar o bebê.

À medida que seu bebê vai crescendo, vai se tornando mais fácil amamentar, e as posições podem variar, mas a maneira correta de amamentar é aquela onde a boca do bebê é levada até o seio e não o seio até a boca da criança.

Como fazer o bebê arrotar depois da mamada

Uma das melhores maneiras de fazer o bebê arrotar depois de uma mamada é muito simples:

  1. Coloque seu bebê em pé de barriga para você com a cabecinha no seu ombro, e segure-o assim até que arrote. Nessa posição poderá permanecer por até 15 minutos.
  2. Ou então, nessa mesma posição, dê uma ajudinha extra, dando leves palmadinhas nas suas costinhas até que arrote.

E se o bebê estiver com Refluxo

É bastante comum acontecer de os bebês terem refluxo, mas isso não quer dizer que todos precisem do uso de medicamentos, por isso é importante levar o assunto a um bom médico pediatra.

Por outro lado, alguns bebês não precisam mais do que alguns cuidados especiais para superar este problema sem a necessidade de usar medicamentos. Caso não resolvam, aí não terá outro jeito a não ser levar ao médico e usar os medicamentos devidos.

Depois que ele se alimentar

Mantenha o bebê numa posição mais elevada do que 30º por um período de mais ou menos 30 minutos após a alimentação. Caso seja amamentado com leite de fórmula, poderá umentar esste tempo para um pouco mais, devido a digestão mais pesada.

Essa posição ajudará o alimento a ficar no estômago, mas mesmo assim, depois desse tempo, é bom cuidar para não agitar muito o bebê.

Para dormir

O bebê que sofre com refluxo, assim como depois da alimentação, também deverá ser colocado como num rampinha deixando a cabeça e tronco mais elevados.

Hoje existem as chamadas rampas anti refluxos que trazem a medida certa para cuidar dom seu bebê.

Lembre-se de que de qualquer maneira, o bebê deverá ser colocado de barriga para cima, para evitar a Síndrome da Morte Súbita.

Arrotar

Além de todos esses cuidados, é importante também, que a cada 30ml de alimento que seu bebê tomar, você o coloque para arrotar.

Chuquinha

Além de todos os outros cuidados, uma boa maneira de ajudar a aliviar a acidez do estõmago, e dar uma chuquinha para a criança chucar. A produção de saliva ajudará a alcalinizar.

Alimentação em proporções pequenas

Para o bebê que tem este problema de refluxo, cuidar com a alimentação também é importante. Então reduzir a quantidade de alimento por vez, e oferecer mais vezes durante o dia poderá ser uma solução.

Não existe melhor alimento para o bebê que sofre de refluxo do que o leite materno, pois ele é altamente digerível, é hipoalérgico e tem tudo o que o bebê precisa.

Mas caso não seja possível o leite materno, é importante descobrir se o seu bebê não sofre com algum tipo de alergia ou intolerância e para isso converse com o pediatra do seu filho.

Carrinho

Para o bebê que sofre com refluxo, o ideal é que durante o dia, este fique sobre um carrinho reclinado  onde terá livres movimentos e o tronco ficará elevado a fim de evitar que o alimento volte.

Então é isso, agora você já tem ao seu alcance algumas técnicas MELHORES POSIÇÕES PARA BEBÊ, assim poderá cuidar melhor e dar mais qualidade de vida a este serzinho ainda tão indefeso.

 

 







Leia também: