Medidas de MAMADEIRA para bebê indicadas de 0 a 1 ano

Olá!!!! Hoje vamos tratar de um assunto bastante importante que preocupa muitas mães, especialmente as marinheiras de primeira viagem, que ainda não tem experiência no assunto de Medidas de MAMADEIRA para bebê.

O ideal, como todos sabemos, e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é que a criança mame no seio materno pelo menos até o 6º mês de vida, e que o leite materno esteja na alimentação do bebê até 2 anos ou mais, se possível.




Mas com a vida moderna tão cheia de obrigações e as mães tendo que trabalhar fora ou até por alguma outra impossibilidade, é comum o uso da mamadeira.

Claro que muitas mães usam do bom senso, quando não existe alternativa, de dar o leite materno na mamadeira, o que faz toda a diferença, mesmo não sendo direto no seio.




Mas independente de ser o leite materno ou fórmula, a medida de leite que o bebê deve mamar, depende de alguns fatores como a idade do pequeno, peso, e ainda se já se alimenta de outros alimentos ou não.

O ideal mesmo para não correr o risco de errar, é consultar o pediatra e seguir as medidas indicadas por ele, específicamente para seu bebê.

À medida que os alimentos sólidos forem sendo introduzidos na alimentação do seu bebê, é normal que a quantidade de leite seja gradativamente diminuída.

Como saber se o bebê está com fome?

Uma coisa que você precisa saber, é que nem sempre o choro é sinônimo de fome, pois como é o único meio de expressão vocal do bebê, pode ser indicativo de outras necessidades também.

À medida que a mãe vai conhecendo melhor seu bebê, vai aprendendo a reconhecer se os sinais são de fome ou outra necessidade.

Caso seu bebê comece a chorar e reclamar, logo após ter mamado, provavelmente não seja fome, então, resista dar-lhe mamadeira a cada choramingo.

Outro ponto importante é saber que quando o bebê vomita após ter mamado, é sinal de que mamou mais do que deveria. Mas claro que regurgitar pequena quantidade é possível, já vomitar, não.

Então fique atenta, pois enquanto seu bebê ainda não fala, usa de outros meios para expressar sua fome, veja:

  • Começa a sugar as mãozinhas
  • Faz movimentos e barulhinhos de sugar com a boquinha
  • Vira a cabecinha buscando o seio

Obs.: Geralmente o pediatra indica a livre oferta do mamar nos primeiros dias de vida do bebê, especialmente se for no seio materno. Mas com o passar do tempo, será importante estabelecer horários de alimentação do bebê.

Normalmente nos primeiros meses o espaço será de 3 a 4 horas entre uma mamada e outra.

Como saber se o bebê mamou o suficiente?

Quando o bebê mama no peito, fica difícil ter uma noção do quanto ele mama. Mas em se tratando da mamadeira, é importante ter em mente de que sempre deverá sobrar um pouquinho para garantir de que o bebê mamou o suficiente.

A quantidade de leite ideal para cada mês

Vamos tratar aqui de leite de fórmula. Como já dissemos, a quantidade de leite varia de criança para criança, dependendo da idade e peso, mas em média podemos deixar aqui alguns indicativos que lhe ajudarão a ter uma base legal:

Recém-nascidos

Na primeira semana, os bebês tomam em geral de 30 a 60 ml, mas isso deve ser devidamente prescrito pelo pediatra.

1 mês de vida

Quando seu bebê já estiver com 1 mês de vida, é bem provável que já esteja consumindo de 90 a 120 ml de leite por mamada.

Num dia, seu bebê poderá chegar a consumir de 420 a 750 ml de leite.

Importante: Lembre-se de que sempre deve ficar uma sobrinha de leite na mamadeira para garantir de que o bebê mamou o suficiente.

Outra coisa é que a cada semana, normalmente poderá aumentar 30ml por mamada.

De 2 a 6 meses de vida

A partir dos 2 aos 6 meses de vida, sempre dependendo de cada criança, ela poderá mamar de 120 a 180 ml por vez, resultando entre 720 ml a 1 litro de leite diário.

A partir dos 6 meses

A partir dessa fase em que a criança já tem introduzida na sua alimentação outros alimentos, a dosagem de cada mamada poderá ser em média de 180 a 210 ml, podendo chegar a 900 ml diários.

Não esqueça

  • Essas medidas são servem apenas como referência, e não devem ser levadas à risca para todas as crianças, pois cada um é cada um.
  • Poderá acontecer de seu bebê mamar quantidade menores do que as acima indicadas e poucas vezes, de 4 a 5 no dia, e mesmo assim, ganhar peso considerável.
  • Por outro lado, pode acontecer de bebês que amam quantidades iguais ou superiores as acima descritas, e mesmo assim, não ganharem o peso adequado.
  • A partir do momento em que outros alimentos forem introduzidos na alimetação da criança, o leite deverá ser gradativamente diminuido, chegando a 720 ml em média.
  • A partir do primeiro ano de vida, o bebê já poderá introduzir na sua alimentação o leite de vaca integral ou fórmulas específicas.
  • Segundo especialistas, a criança que usa mamadeira pode fazer confusão de bicos, interferindo na amamentação no peito.

Quanto o bebê deverá tomar de leite ao começar a ingestão de outros alimentos?

Mesmo depois que o bebê começa a ingerir outros alimentos, isso a partir do 6º mês de idade, é importante e inprescindível que ele continue tendo o leite materno ou de fórmula como sua principal fonte de nutrição.

Geralmente demora algum tempo para que o bebê se acostume a outros alimentos, a fim de que estes lhes supram as necessidades de nutrição física.

Mas enfim, nessa fase, o bebê deverá ingerir em média até 720 ml de leite diariamente.

Tipo de mamadeira e bico

Bom, até o fim do 2º mês, você poderá usar as mamadeiras de 120 a 150 ml. Apartir do 2º mês, é provável que você já precise adotar um tamanho maior, de 240 a 300 ml.

Bebês que se alimentam exclusivamente de mamadeira, podem precisar de 4 a 6 mamadeiras, mas isso é claro, conforme costuma-se lavá-las com mais ou menor frequência.

Caso, eles mamem no peito também, 2 serão suficientes.

Já quando se trata do bico, existem vários tipos, ortodônticos, que imitam o formato do mamilo, entre outros, e são feitos em látex ou silicone.

Se você pensar em resistência, o de silicone é ideal, mas por outro lado, é menos flexível.

Existe diferença de tamanho por idade, e também no tamanho do furo. Essas indicações estão na embalagem, e devem ser conferidas antes de comprar.

É importante saber que no início, especialmente para os bebês que mamam no peito, o buraquinho do bico deve ser bem menor, assim sairá pouco leite e a criança exercitará a sucção.

Alguns bebês tem dificuldade de adaptação com a mamadeira, e por isso é preciso encontrar o tamanho e formato de bico que mais se adapte.

Como preparar a mamadeira

Preparar a mamadeira é muito fácil, não existem segredos, mas exige muitos cuidados importantes para a saúde do seu bebê. Proteger a integridade do seu bebê é de fundamental importância.

As dicas abaixo, valem tanto para leite em pó como materno:

  1. Lave muito bem as mãos e unhas para evitar qualquer contaminação.
  2. A mamadeira deverá ser esterelizada após cada uso, e para isso ferva na água durante 10 minutinhos ou se preferir coloque na água fria e pastilhas desinfetantes.
  3. Depois de limpa e seca, pense na água para o preparo da mamadeira, e prefira água mineral de baixo teor de sais. Se for água de torneira, deverá ser fervida antes.
  4. Normalmente o mais utilizado é o leite em pó, e a dosagem deve ser especificada pelo pediatra. Não tente mudar, pois poderá prejudicar o aparelho gastrointestinal do seu bebê.
  5. Você não deve aquecer nunca a mamadeira no microondas, prefira em banho maria. E depois de aquecida, agite para retirar qualquer bolha de ar e misturar bem o leite.
  6. Feche a mamadeira sem tocar no bico para não contaminá-lo.
  7. A temperatura ideal da mamadeira deverá estar entre 36 a 38ºC, e a melhor maneira é testar algumas gotas nas costas da mão ou no lado interno do pulso. Não deverá queimar. E se estiver muito quente esfrie na água corrente da torneira.

Importante: A mamadeira não deve conter uma substância conhecida como bisfenol (BPA), extremamente nociva á saúde, para que possa ser esterelizada. Observe no rótulo.

Isso vale para tudo o que for para o uso do seu bebê e que seja de plástico.

Não é aconselhável a mistura do leite materno com leite em pó.

Posição para o bebê mamar

É importante que a mamadeira tenha uma boa inclinação para que o bebê mame adequadamente. Então, a uma inclinação de 45º você perceberá que o bico deverá ficar sempre cheio de leite e sairão pequenas bolhas de ar quando a posição está correta.

Assim o bebê evitará engolir bolhas de ar, e evitará a regurgitação e as cólicas.

Leite que deve ser dado ao bebê

Até os 6 meses de vida, o bebê deverá usar somente o leite materno, para formar sua defesa imunológica. Mas caso precise, existem leites específicos a cada caso e devem ser indicados pelo pediatra.

A partir do 6º mês, podem ser dados leites industrializados que precisam ser enriquecidos com ácido linoleico, cálcio, ferro e vitaminas.

A partir de 1 ANO de idade e até mais ou menos 3 anos, o bebê poderá tomar o leite do crescimento que deve ser enriquecido com ácidos graxos essenciais e ferro.

Vitamina K

Caso seu bebê faça uso do leite infantil desde do nascimento, será necessário que lhe seja admistradas 2 doses de vitamina K nos primeiros dias de vida. Mas elas já são adicionadas ao leite, e portanto o médico dirá o que fazer.

A vitamina D também poderá ser acrescida de acordo com indicação médica.

Peso e crescimento ideais para bebês amamentados

Você deve saber que bebês amamentados no peito no 1º ano de vida, acabam crescendo mais nos primeiros 4 meses de vida e depois mais lentos até 1 ano de idade.

Geralmente bebês que mamam mamadeira, acabam pesando mais no 1º ano de vida do que os que mamam no peito.

Já aos 2 anos, o peso de um e de outro acaba, se igualando.

Portanto isso não deverá ser motivo de preocupação.

Mistura de frutas à mamadeira

Não há necessidade de misturar nada a mamadeira, pois essas misturas podem ficar pesadas e facilitar o Mal de Morte Súbita, por prolongar o sono além do biológico.

Então é isso!!!!!







Leia também: