Medidas de água e chá para dar pro Bebê

Vamos falar sobre Medidas de água e chá para dar pro Bebê, uma dúvida que permeia a cabeça de todas as mães, especialmente as de ‘primeira viagem’, que ainda não tem muita experiência e não querem correr o risco de errar por nada.

Quando chega um bebê, a rotina familiar se altera profundamente e coisas como noites mal dormidas e as cólicas que acometem o bebê, causam muita preocupação e transtorno.

Os chás ou infusões são coisas tradicionais da nossa cultura e geralmente são feitos com folhas e flores fresquinhas, pois sabe-se que os princípios ativos são mais eficientes, mas claro que nem todo mundo tem folhas frescas e ai as secas é que cumprem seu papel.

Quando começar dar água ou chá

Mas será que de fato é correto dar chá e água para o bebê? Eis a questão. Vamos decifrar essa incógnita.

Bom, logo que o bebê nasce já traz consigo quantidade extra de água no organismo, então a água contida no leite materno já é o suficiente para hidratar e saciar a sede do pequeno.

A partir do 3º ou 4º dia, o leite materno já começa a ser produzido com uma quantidade maior de água, e só para ter noção, o leite materno é composto de 88% de água, e o restante vem com os outros nutrientes necessários para o bom desenvolvimento do bebê.

Sendo assim fica decretado que o bebê amamentado no peito até os 6 meses de vida, não tem a necessidade de tomar água ou chá.

Por outro lado, temos os bebês que são alimentados com fórmulas ou com leite de vaca, ou, que já tem mais de 6 meses de vida.  A estes sim, é necessário oferecer água para que tenham a hidratação necessária do organismo.

Porque não dar água antes dos 6 meses

Por incrível que pareça, segundo especialistas, dar água e chá para bebês com mesmo de 6 meses de vida, é seriamente arriscado, pois poderá desencadear uma desnutrição do pequeno.

Fazer a substituição do leite materno por água ou outros líquidos com pouco ou nenhum valor nutricional, pode causar um impacto nutricional negativo para o bebê, interferindo na sua sobrevivência, desenvolvimento e crescimento.

Por pouco que seja, dar outros líquidos ou água para o bebê  pode encher seu estômago, tomando o espaço do leite materno e todos os seus nutrientes tão necessários para o seu desenvolvimento.

Segundo estudos, dar água o chá para o bebê antes dos 6 meses de idade, poderá reduzir seu apetite por leite materno em até 11%, além de que aumenta as chances de doenças.

Isso porque os utensílios utilizados para dar água são contaminantes bacterianos em potencial, deixando os bebês mais susceptíveis a diarréias e outras enfermidades, especialmente onde a higiene é pouco valorizada.

Quantidade necessária de água para o bebê

Cada idade requer uma quantidade certa de água para suprir as necessidades do organismo. Veja:

Até os 6 meses de vida – Se o bebê mana no peito já tem 88% do leite que é água e não precisa de mais água para não desnutrir. Ele precisa de 700 ml diários de água, encontrada no leite.

Se se alimenta através de fórmulas, é preciso dar de 100 a 20 ml diários de água.

Dos 7 aos 12 meses – a necessidade de água do bebê é de 800 ml diários, sendo que 600 ml destes pode ser através de sucos, água e leite.

De 1 a 3 anos – a criança precisa tomar em média 1,3 litros de água diários.

 

Benefícios do chá

Os benefícios do chá são específicos dependendo da erva, mas quando se pensa em bebê o principal fim é o alívio das cólicas e dos gases e também para acalmar e favorecer o sono.

Muito variados, podemos contar com chás de lavanda, camomila, erva, doce, poejo, funcho, melissa e tantos outros.

Esses chás podem sim ser oferecidos aos bebê que são alimentados com fórmulas ou leite de vaca ou já tem introduzido na sua alimentação os alimentos pastosos e sólidos ou seja, a alimentação complementar.

No caso de bebês que mamam no peito e são abaixo de 6 meses, a mãe poderá tomar o chá, passando através do leite para o bebê, o que surtirá os efeitos necessários.

Chá para gases e cólica

Como já disse, o chá é um excelente meio de combater os gases intestinais, entre eles temos a camomila, erva, doce e funcho.

Chá pra acalmar e dormir

Chás de camomila, erva doce, jasmim, poejo, lavanda, hortelã tem o poder de acalmar o bebê e proporcionar-lhe um sono tranquilo e reparador.

Estes podem ser oferecidos aos bebê a partir do 6º mês em pequenas quantidades.

Medidas Recomendadas

É importante não exagerar na medida de chá para o seu bebê, e essa quantidade diária poderá variar de acordo com o chá.

De lavanda por exemplo, o ideal é que se ofereça no máximo 2 colheres de sopa por dia.

Já a proporção ao fazer o chá é de um punhado ou 2 colheres de folhas frescas para 1 litro de água, ou 1 colher de folhas secas.

Chás que são proibidos

Chá mate e chá preto não devem se dados aos bebês por conta da cafeína, que atrapalha a qualidade do sono e ainda impede a absorção de ferro e zinco.

Então, falamos sobre Medidas de água e chá para dar pro Bebê para você não correr o risco de errar.