Tipos de Leite APTAMIL para Recém nascido ( entenda )

Quando a mãe não pode amamentar seu bebê e este precisa um algo para substituir este leite materno repondo todos os nutrientes necessários. Existem Tipos de Leite APTAMIL para Recém nascido, que são indicados como eficientes.

Obviamente, o  leite materno é o mais apropriado para seu bebê e garante todos os benefícios como imunidade, proteção e nutrição. Porém,  quando não dá, o jeito é apelar para outros meios, e hoje vamos falar um pouco sobre estes tipos de leites e seus benefícios e malefícios.

Certamente, que quando o leite de fórmula é usado de maneira desregrada e sem cuidados, é de grande malefício à saúde do bebê, significando até risco à saúde do mesmo.

Então, caso você adote as fórmulas para sustentar seu bebê, siga rigorosamente as indicações da embalagem. Além de todas as orientações médicas pediátricas para que seu bebê seja totalmente beneficiado e não prejudicado pelo uso das fórmulas.

 

Nutrientes Necessários

 

 

Desde que nasce, o bebê precisa suprir todas as suas necessidade vitamínicas e de outros nutrientes, para garantir um desenvolvimento saudável.

O ideal é que pelo menos até os 6 meses de idade, o bebê se alimente unicamente do leite materno.  E se possível que se estenda até os 2 anos, sem problemas. Pois neste existem todas as substâncias necessárias para uma boa nutrição.

Gorduras – São de extrema importância, funcionando como reservas energéticas, além de que favorecem as funções metabólicas. Essas que compreendem o Ômega 3, Ômega 6,  ARA e DHA, são abundantes no leite materno.

Participam na síntese de hormônios e sais biliares, absorção das vitaminas lipossolúveis, e na formação das membranas celulares.

Ainda melhoram a formação e funcionamento dos tecidos e de todos os órgãos. Além de que melhoram o desenvolvimento físico, cerebral, imunológico e metabólico.

Iodo – De suma importância para a produção de hormônios da tireoide. Também auxilia na maturação do sistema nervoso central.

Ferro – ajuda no desenvolvimento das células sanguíneas e do cérebro. E deste desenvolvimento inicial depende tudo o que virá.

A falta do ferro pode causar anemia ferropriva, retardo no desenvolvimento neuropsicomotor, diminuição da capacidade intelectual e motora, e também a diminuição das defesas do organismo.

Cálcio – Essencial para a formação dos ossos e dentes.

Proteínas – Estas auxiliam no crescimento e desenvolvimento do organismo, ao mesmo tempo em que participam na formação dos tecidos musculares.

Carboidratos – Fornecedores de energia, que favorecem o crescimento e aumento de peso adequados do bebê.

Vitamina D – ajuda na manutenção dos ossos e na assimilação do cálcio.

Prebióticos – Assim como as fibras, estes tem a função de auxiliar na formação microbiota intestinal, reduzindo cólicas, infecções e alergias.

Vitamina A – contribui para a manutenção do sistema imunológico, na manutenção da visão e da pele.

Vitamina C – De suma importância, pois colabora na absorção do ferro.

Vitaminas do Complexo B – Estas equilibram o sistema imunológico e neurológico, e também no metabolismo energético.

Ainda protegem as células do organismos contra danos, mantém o cérebro e o sistema imunológico ativos . E também ajudam na manutenção dos nervos e células sanguíneas de maneira saudável.

Zinco – Com seu papel de suma importância, ajuda no crescimento saudável do bebê. Ajuda no crescimento e reparo das células saudáveis, estimula as funções do aparelho reprodutor e do cérebro. E também do sistema imunológico.

 

Amamentação nos primeiros 6 meses

 

A nutrição é um processo onde é preciso consumir, absorver e utilizar-se dos nutrientes necessários para manter a vida. E também fazer com que o corpo se desenvolva e cresça adequadamente.

Além disso, ainda ajudam na aquisição de habilidades cognitivas, socioemocionais e motoras da criança.

O leite materno possui todos esses nutrientes necessários para a nutrição saudável da criança. Por isso que a amamentação materna é aconselhada pela Organização Mundial da Saúde. Pelo menos nos primeiros 6 meses, e se possível se estender até os 2 anos ou mais.

 

Leite Aptamil 1

 

 

A linha de leite Aptamil assim como o NAN, é uma fórmula hipoalérgica à base de soro de leite extensamente hidrolisado. Busca atender as diferentes necessidades dos bebês, trazendo nutrição e qualidade para que o desenvolvimento desse seja pleno e saudável.

Entre as diferentes versões podemos contar o Leite Aptamil 1 que é uma fórmula que traz prebióticos FOS e GOS que ajudam na resposta imunológica do bebê.

Indicado para bebês de 0 a 6 meses de idade, este traz 98% de gordura vegetal que torna mais fácil a digestão, mas não é livre da lactose, sendo presente em 100%  dos seus carboidratos.

Esses carboidratos irão alimentar as bactérias saudáveis presentes no intestino, favorecendo a saúde do bebê.

A preparação deste leite deverá ser da seguinte maneira: ferva a água e deixe ficar em temperatura morna ou natural. Então, adicione o leite de acordo com as indicações na embalagem, agite bem e dê para o bebê.

*Nunca aqueça o leite ou ferva para que não perca as propriedades.

A quantidade diária deverá ser prescrita pelo seu pediatra ou de acordo com a descrição da embalagem.

 

Leite Aptamil AR

 

 

Já está fórmula é indicada para bebês até 12 meses de vida e tem por objetivo evitar a regurgitação ou os refluxos que são comuns em crianças até essa idade.

Fórmula traz 100% de gorduras vegetais e carboidratos na proporção de 75% de lactose e 25% de maltodextrina.

A dosagem deve ser de acordo com o descrito na embalagem e também com o parecer de um médico pediatra.

 

Leite Aptamil HA

 

 

Esta já é uma fórmula especial para proteger e prevenir contra as alergias alimentares. Trazendo carboidratos 100% lactose e proteínas parcialmente hidrolizadas do soro do leite, ajuda os bebês em condição de risco.

A dosagem e quantidade diária deve ser de acordo com prescrição médica ou de acordo com o descrito na embalagem. Usar mais ou menos do que o indicado, poderá afetar a saúde do seu bebê.

 

Leite Aptamil Soja 1

 

 

À base de proteína de soja isolada, este leite é enriquecido com ferro e a adição do aminoácido L-metionina. Livre das proteínas do leite, sacarose e lactose, é indicado para bebês de 0 a 6 meses e a partir de então deverá ser usada a fórmula Aptamil Soja 2.

Este é especialmente indicado para quem tem intolerância a lactose ou que precise retirar o leite de vaca do seu cardápio.

A quantidade, como sempre digo, deve seguir orientações pediátricas ou de acordo com o indicado na embalagem.

 

Leite Aptamil Pro Expert SL

 

 

Esta é mais uma fórmula do leite livre completamente de lactose e que contém vitaminas, minerais e oligoelementos importantes para o bom desenvolvimento do bebê.

Contém nucleotídeos, lcpufas, ácidos graxos poliinsaturados de cadeia longa DHA e ARA.

Indicado para crianças de até 1 ano de idade com intolerância a lactose, traz proteína  caseína, maltodextrina, e gorduras vegetais.

A quantidade diária vai depender de criança para criança e deve ser prescrita pelo pediatra ou seguida de acordo com as descrições na embalagem.

 

Aptamil 2 e 3

 

 

Como cada versão das fórmulas deste leite são voltadas para públicos específicos, confira este aqui:

Não existe nenhum segredo, a não ser que este Aptamil 2 é um leite apropriado para bebês de 6 a 12 meses de idade.

Com 50% de lactose e 50% de maltodextrina, esta fórmula é enriquecida com ferro e carboidratos.

Já o Aptamil 3 traz nutrientes essenciais para o pleno desenvolvimento do bebê. Com adição de prebióticos e DHA ou Ômega 3, também não contém glúten, e é indicado para bebês a partir dos 10 meses de idade.

 

Aptamil Pepti

 

 

Fórmula hipoalérgica, à base de proteínas hidrolisadas, prebióticos, ARA, DHA e nucleotídios,  é especial para ser usado por bebês desde que nascem.

Importante ressaltar que não possui glúten. Esta fórmula é especialmente indicada para bebês alérgicos ao leite de vaca e que não apresentem diarreia.

 

Como preparar a Mamadeira

 

 

Cada fórmula poderá ter uma porção diferenciada para o preparo da mamadeira, mas de maneira geral, é da seguinte maneira:

  • 1 colher medida rasa para cada 30 ml de água fervida morna.
  • Coloque na mamadeira e dê ao bebê.

*Existem mães que para tornar tudo mais prático, acabam acostumando os bebês a tomarem a mamadeira em temperatura ambiente. Até pode, mas o ideal é que seja morninha.

 

Uso indevido de fórmulas

 

 

Toda mulher que é mãe e não pode amamentar seu bebê no seio, precisa ter a consciência de que o uso inadequado de de leites em fórmulas, podem acarretar graves danos a saúde do seu pequeno.

Portanto usar fórmulas para bebês, requer o uso correto da receita indicada pelo fabricante, pois se não for assim, seu bebê poderá enfrentar graves consequências de saúde.

Por isso, é tão importante buscar também as orientações do seu médico pediatra.

Outra coisa importante é que sempre faça ao máximo para poder amamentar seu bebê, pois além de as fórmulas trazerem transtornos como o de preparar, também podem trazer consequência à saúde do bebê e também um alto custo mensal.

 

Esse Leite Resseca o Bebê?

 

 

Diferente dos bebês que são amamentados ao peito, os que tomam fórmulas geralmente tem a tendência de serem mais ressequidos.

Essa reação do organismo pode ser até pela própria imaturidade, reagindo de maneira negativa a diferentes composições ou substâncias específicas.

Há quem diga que acrescentar um pouco mais de água a fórmula pode ajudar ao intestino do bebê funcionar melhor.

Mas enfim, é importante cuidar, porque o desconforto de uma criança que não consegue evacuar é muito grande, pois causa cólicas e gases e nada a deixa tranquila.

Por outro lado, é importante lembrar de que se seu filho ficou 1 dia sem evacuar, não quer dizer que esteja ressequido. Agora se ele forçar muito  e fazer caras e bocas, choramingos e tudo mais, e mesmo assim fazer um pouquinho de cocô duro, ai sim ele está ressequido.

Inserir mais água no dia a dia dele pode ajudar e muito. Pois o cocô precisa estar pastoso, mas não líquido nem duro para ser normal.

E por fim, reforço a ideia de que se precisar alimentar seu bebê com fórmulas, siga rigorosamente as indicações do fabricante. Além de tudo, busque sempre estar em contato com seu médico pediatra, para buscar o máximo de orientações possível. Afinal de contas, seu bebê merece o máximo de cuidados. E aliás, foi você que quis que ele viesse ao mundo!!!

É provável que entre os vários Tipos de Leite APTAMIL para Recém nascido, você encontre aquele que vai dar certo, e assim você poderá cuidar da saúde do seu bebê!!!!