Remédio para Gota, Tratamento, Indicações

Conhecida já nos tempos antigos há mais de 4.000 anos, a Gota era muito comum entre a realeza egípcia e outros povos, uma vez que eles costumavam servir-se de banquetes regados de muito vinho e carnes vermelhas e gordurosas, causas bem características dessa doença.

Presente na vida de muitas pessoas, a Gota é provocada por fatores bem variados, e quando não tratada adequadamente, certamente poderá causar danos bem comprometedores.

A princípio, a doença pode até ser prevenida ou então tratada apenas com hábitos de vida saudável.

No entanto, quando se manifesta com maior severidade, um remédio para Gota precisa ser providenciado, mas primeiramente, o médico reumatologista deverá ser consultado.

 

O que é

 

Também conhecida como Doença dos Reis, a gota é uma doença inflamatória que ataca especialmente as articulações. Essa doença se manifesta quando a taxa de Ácido Úrico no sangue se encontra em níveis acima do permitido.

Nota importante – devemos lembrar que o ácido úrico é uma substância que se origina naturalmente no organismo e, apenas quando se encontra em níveis acima do normal é que pode causar algum mal.

A Gota pode originar-se por conta de hábitos errados na alimentação ou por fatores hereditários. Os sintomas podem ser até bem amenos, mas em casos mais graves os sintomas são bem complicados e de difícil tratamento.

Embora a maioria das pessoas com a doença, apresentem uma ou duas crises ao longo da vida, inegavelmente existem casos em que as crises são mais frequentes, podendo afetar diversas articulações ao mesmo tempo.

Ademais, se acaso não for tratada de forma adequada e com urgência, a doença poderá evoluir e comprometer gravemente as funções renais. Além disso, na medida que evolui, maior é o número de articulações que poderão ser afetadas.

Como a doença é classificada

A gota pode ser dividida em 3 fases:

  • Fase Aguda – essa fase é caracterizada por inflamações habituais em apenas uma articulação. Ademais, a dor aguda às vezes, evolui em horas, iniciando com frequência no período da noite.

Além disso, nessa fase da doença, as articulações inferiores são as mais afetadas, começando pelos dedos do pé. A partir daí, conforme vai evoluindo, também vai acometendo outras articulações.

  • Período Assintomático – esse é o período entre as crises. Em princípio, nessa fase, não se percebe sintomas algum, como se o problema não existisse.
  • Fase Crônica da doença – essa fase da doença acontece quando os níveis de ácido úrico, muito elevados, não são tratados durante anos. Como resultado, aparecem as deformações (tofos), causando uma aparência ruim já que são muito típicas nas mãos, pés ou pavilhões auriculares.

Causas dos aumento do Ácido Úrico no Sangue

Posto que o aumento do ácido úrico no sangue é provocado pelo excesso de Purina, precisamos então, procurar identificar o que causa esses excessos. Por isso, vamos logo citar algumas dessas causas para deixá-lo bem informado.

  • Alimentação imprópria para consumo – alimentos como carnes em geral, enquadram-se entre os principais promovedores do aumento de Purina no organismo.

Ainda que muitas pessoas defendam o consumo de carne, precisamos lembrar que esse alimento é bem rico em Purina. Ademais, no momento de temperar, qualquer carne exige uma maior quantidade de sal, e este, também promove o aumento do ácido úrico.

  • Açúcar refinado – também conhecido como o “doce veneno”, o açúcar refinado é altamente prejudicial. Encontrado em biscoitos, chocolates, refrigerantes e doces em geral, inegavelmente esse alimento também contribui para o aumento no ácido úrico.
  • Alcoolismo – mais um produto que deveria ser riscado da vida do ser humano o álcool é por demais prejudicial ao organismo. O consumo de bebida alcoólica com toda a certeza, dificulta a metabolização hepática do ácido úrico.
  • Sobre-peso e Obesidade – mais duas condições que contribuem para dificultar a eliminação do ácido úrico do organismo. Como resultado, existe o risco de formar os cristais de ácido úrico nas articulações evoluindo para a Gota.
  • Uso de medicamentos diuréticos – estes medicamentos promovem o aumento na produção de urina para controlar a pressão arterial.

Como resultado, os rins eliminam mais fluídos, mas diminuem a qualidade de trabalho. Inegavelmente isso irá provocar o aumento do ácido úrico sem conseguir eliminá-lo satisfatoriamente.

  • Falta de hidratação do corpo – a falta de água pura todos os dias, desidrata o organismo e isso, influencia no acúmulo de ácido úrico. Por isso, cultive o bom hábito de ingerir pelo menos 2 litros de água pura todos os dias.

Alimentos que ajudam no tratamento

Uma vez que sabemos dos alimentos que podem promover o ácido úrico no organismo, também precisamos saber sobre o que usar para ajudar a combatê-lo. Vamos a uma relação desses alimentos:

  • Cenoura – com propriedades alcalinizantes, o consumo de cenoura junto com as refeições ajuda a eliminar as Purinas do organismo.
  • Laranjas – o suco de laranja natural ou a própria fruta, ajuda a eliminar os cristais nas articulações.
  • Alcachofra – altamente diurética, o consumo de alcachofra promove a eliminação das toxinas no organismo. Como resultado, também contribui para eliminar o ácido úrico.
  • Sementes de abóbora – essas sementes funcionam como diuréticos naturais e promovem a eliminação do ácido úrico através da urina.
  • Limão – assim como a laranja, o limão é alcalino no organismo. Por isso, funciona como um poderoso desintoxicante do organismo.

Assim também os cereais integrais, também garantem muitas vantagens para a saúde, ajudando a controlar o ácido úrico no organismo. Ricos em nutrientes essenciais para a saúde, esses alimentos também são ricos em fibras e por isso, favorecem diretamente à boa saúde.

Inflamação nas Extremidades, aspecto

Quando existem os excessos de ácido úrico no organismo, com o passar dos anos, o problema pode evoluir. Como resultado surge a Gota que é facilmente observada devido a formação dos caroços sob a pele ao redor das articulações afetadas.

Em geral, a menos que  a doença seja combatida com consciência, esses tofos irão se desenvolver com o passar dos anos. Ademais, o indivíduo vai sofrer muitos constrangimentos por conta da dor e dificuldades para realizar suas atividades.

Ainda como resultado da inflamação nas articulações, provocada pela Gota, as partes afetadas costumam apresentar uma coloração bem avermelhada. Também como resultado da inflamação agravada, ocorre o aumento da temperatura no local e sensibilidade ao toque.

Embora aconteça os muitos transtornos facilmente vistos nas articulações, a Gota nem sempre causa a incapacitação do indivíduo. Mas para isso, o tratamento precisa ser levado a sério e com urgência.

Sintomas Observados

 

Geralmente, os ataques de gota são agudos e estes, podem surgir repentinamente e sem nenhum aviso, principalmente durante a noite enquanto a pessoa descansa.

Entre os sintomas mais comuns, podemos citar:

  • Dor com grande intensidade nas articulações dos pés, joelhos, mãos, pulsos,e tornozelos. Comumente, a dor é mais forte antes das primeiras 24 horas.
  • A medida que as dores vão diminuindo, ainda fica a sensação de desconforto nas articulações. Estas podem durar dias ou se estender por semanas ou meses.
  • Inflamações e vermelhidão nas articulações afetadas acompanhadas de muita dor.
  •  Por vezes, depois de um primeiro ataque da Gota, os sintomas desaparecem, mas também existem casos em que as dores voltam sempre com grande intensidade.
  • Lesões e perda de movimentos nas articulações afetadas (situação com gota crônica)
  • Caroços sob a pele nas articulações afetadas que causam deformações com uma aparência bem estranha. (caso em que a doença já vem se desenvolvendo de muitos anos)

 

Remédio Colchicina

 

Entre as opções em remédio para Gota, a Colchicina é um dos medicamentos anti-inflamatórios bastante recomendado pelos médicos, pois ele é bem específico para tratamentos das crises agudas e para prevenir as crises em pacientes com Artrite Gotosa crônica.

Substância ativa desse medicamento – cada comprimido contém 0,5 mg de Colchicina base.

Como usar esse medicamento

  • Para prevenir a Gota – a recomendação médica é de 1 comprimido de 0,5 mg a 1,5 mg, 1 a 3 vezes ao dia.
  • Para tratamento da Gota – nesse caso, para controlar as dores e a inflamação a recomendação é de 4 mg a 10 mg. Para controlar as crises mais agudas, pode ser necessário de 8 a 16 comprimidos ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – esse medicamento pode apresentar uma variedade de efeitos adversos, por isso, é preciso ter cautela com o seu uso.

Preço desse medicamento – a embalagem com 30 comprimidos de Colchicina tem um valor aproximado de R$ 15,00 reais.

 

 

Remédio Alopurinol

 

O Alopurinol é um medicamento indicado para reduzir os níveis de ácido úrico no sangue. Dessa forma, pode prevenir as crises de Gota e outras complicações causadas pelo excesso de ácido úrico no corpo.

Substância ativa desse medicamento – cada comprimido pode contér 100 mg ou 300 mg de Alopurinol.

Como usar esse medicamento – tanto para crianças a partir de 10 anos de idade como para adultos, a recomendação é que se inicie com uma dose de 100 mg ao dia para evitar os efeitos adversos.

Também pode ser recomendado as seguintes dosagens:

  • Situações mais leves da doença – dosagem de 100 mg a 200 mg ao dia

  • Situações moderadamente graves da doença – dosagem de 300 mg a 600 mg ao dia
  • Situações mais graves da doença – dosagem de 700 mg a 900 mg ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – as reações adversas mais comuns para o uso desse medicamento são:

  • Náuseas
  • Vômitos
  • Insuficiência Renal
  • Disfunção renal
  • Reações alérgicas na pele.

Mediante alguns desses sintomas, melhor é avisar o médico e descontinuar o tratamento.

Preço desse medicamento – a embalagem com 30 comprimidos de Alopurinol 100 mg tem um valor aproximado de R$ 12,00 reais.

Já a embalagem com 30 comprimidos de Alopurinol 300 mg pode custar até R$ 30,00 reais.

 

Remédio Colcitrat

 

Mais um remédio para Gota o Colcitrat é recomendado para prevenir e combater as crises agudas dessa doença. Além disso, o medicamento é indicado para tratar de outras doenças.

Substância ativa desse medicamento – cada comprimido contém 0,5 mg de Colchicina.

Como usar esse medicamento

  • Para prevenção da doença – a dose recomendada nesse caso é de 1 comprimido de 0,5 mg, 1 a 3 vezes ao dia.
  • Para o tratamento da doença – começa-se com 0,5 mg a 1,5 mg por dia e depois o tratamento segue com 1 comprimido  com intervalo de 1 ou 2 horas, não ultrapassando a dosagem de 7 mg ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – entre os efeitos adversos que esse medicamento pode apresentar, destacamos:

  • Diarreia
  • Sensação de Fadiga
  • Dores de cabeça
  • Cólica
  • Dor abdominal
  • Complicações respiratórias
  • Depressão medular
  • Coagulação intravascular disseminada
  • Dermatite
  • entre outros efeitos.

Preço desse medicamento – a embalagem com 20 comprimidos de Colcitrat tem um valor aproximado de R$ 30,00 reais.

 

Remédio Zyloric

 

Ainda mais um remédio para Gota, o Zyloric é indicado para prevenir as crises de Gota e outras complicações associadas ao excesso de acido úrico no sangue.

Substância ativa desse medicamento – cada comprimido pode conter 100 mg ou 300 mg de Alopurinol.

Como usar esse medicamento – para maior segurança contra os efeitos adversos, recomenda-se começar o tratamento com 100 mg do medicamento ao dia.

Também pode ser recomendada a seguinte dosagem:

  • Para situações mais leves da doença – recomenda-se uma dosagem de 100 a 200 mg ao dia.
  • Para situações moderadamente grave da doença – recomenda-se uma dosagem de 300 a 600 mg do medicamento ao dia.
  • Para situações mais graves da doença – recomenda-se uma dosagem de 700 a 900 mg do medicamento ao dia.

Para crianças com menos de 10 anos, raramente é recomendado esse medicamento, mas se acaso for necessário a dose diária pode ser de 10 mg a 20 mg por kg de peso da criança não ultrapassando a 400 mg.

Preço desse medicamento – a embalagem com 30 comprimidos de Ziloric 300 mg tem um valor aproximado de R$ 45,00 reais.