Crianças que fazem Bullying na Escola, o que fazer

Segundo os conceitos básicos na escola a criança deve ser ensinada, enquanto a educação se aprende em casa. Infelizmente, é cada vez mais comum ver Crianças que fazem Bullying na Escola, e a questão é: Por que isso acontece?

Já faz algum tempo que essa intrigante palavra ‘bulling’ entrou para o dicionário da língua portuguesa, sem ao menos ter uma tradução adequada para o termo. Essa que é infelizmente uma prática com características bem específicas que não se resume a apenas dar um apelido ou pegar no pé de um colega.

De acordo com o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos:

Bulling – é um “comportamento agressivo e indesejado entre crianças em idade escolar, manifestado repentinamente e envolvendo real ou percebido desequilíbrio de poder”.

O que é Bullyng

Bom, se formos nos basear no que diz o Departamento de Saúde e serviços Humanos dos estados Unidos, podemos entender que para que exista Bulling é preciso que haja atitudes agressivas tendo como elementos principais:

  • Um desequilíbrio de poder – que é quando a criança usar de instrumentos como sua força física, sua influência ou popularidade ou ainda a interação de informações com as quais possa manipular ou prejudicar.
  • A repetição – que é quando a agressão acontece mais do que uma vez.

Crianças que sofrem bulling

Os efeitos para quem sofre de bulling são muito variados e depende da estabilidade emocional e segurança de cada criança, mas podem ir desde os problemas físicos até os emocionais, causando ansiedade, depressão, sentimentos de tristeza e solidão, alterações do sono, falta ou aumento do apetite, perda de interesse por atividades que antes lhes eram prazerosas.

criancas que fazem bullying 490x326 Crianças que fazem Bullying na Escola, o que fazer

Ainda existe o fato de as alterações de saúde serem mais frequentes em crianças que sofrem bulling, bem como a queda no rendimento escolar, Provocando maior caso de ausência, repetência e abandono escolar.

Pior que é isso, são os casos em que acontece retaliações violentas. Constata-se de que entre 12 de 15 casos de ataques com armas de fogo em 1990, foram realizados por  vítimas de bulling.

Crianças que praticam bulling

Por outro lado, as crianças que praticam bulling também tem a tendência a sofrerem no futuro, pois segundo estudos, são mais propensas ao uso de drogas e álcool na adolescência e vida adulta.

Também estão mais sujeitos a agir de maneira vândala e a se envolverem em brigas,à evasão escolar e também a entrada na atividade sexual precoce.

Essas crianças ao crescerem ainda são mais sujeitas a sofrerem penas criminais e multas de trânsito, e pior são propensos a comportamentos agressivos e abusivo com seus cônjuges e crianças.

Como o professor deve lidar

O professor deverá comunicar a supervisão, e juntos ficarem de olho nos alunos especialmente em horários como a hora do recreio, atividades em parques e intervalos, para garantir de que nenhuma criança seja excluída ou humilhada.

Os pais dos alunos devem ser comunicados e os bullies devem ser chamados a atenção caso estejam tomando qualquer atitude preconceituosa.

Outra coisa bacana é promover na escola desde muito cedo atividades de inclusão, sempre evitando e desmantelando as panelinhas, propondo jogos cooperativos, palestras sobre a boa convivência e mostrar em sala de aula, reportagens e exemplos do triste resultado dos bullies.

Informações para os pais

Como já dissemos a escola deverá chamar a atenção das crianças ou adolescentes bullies e comunicar o acontecido aos pais. 

No entanto, os pais devem tomar cuidado para não expor seu filho diante de todos, pois nesses casos, é bem provável que a situação piore ao invés de parar.

É importante também que a escola proporcione palestras com profissionais como psicólogos e psiquiatras, a fim de orientar os pais e funcionários a como agir em situações como está que está sendo uma febre mundial.

Porque ele pratica bullyng

Quem pratica o bulling pode ter os mais variados motivos para agir assim, e entre tantos porque:

  • Quer se mostrar durão, e adquirir respeito;
  • Porque quer ser popular;
  • Porque quer ser o dominador e mandão;
  • Gosta de ser o centro das atenções;
  • Tem ciúmes da criança que ataca;
  • Gosta de ver os outros com medo dele;
  • Ou ainda quer algo que essa criança tem.

Infelizmente as crianças que praticam bulling são de boa aparência, altas, bonitas e fortes, mas impulsivas, dominadores e sem emoção, totalmente frias.

As crianças que sofrem o blulling podem ser qualquer uma, mas de preferência que sejam pequenas, frágeis, tímidas, pode ser de cor de pele diferente, que usa óculos ou tenha alguma deficiência, que seja gordinha ou muito magra, ou ainda pelo que veste, a maneira como fala ou até por conta do seu nome.

Quem faz bulling escolhe qualquer criança, mas especialmente quem não tem voz ativa para se defender.

Porque meu filho é o agressor

Quando os pais descobrem que seu filho é um agressor, é necessário tomar uma providência imediata. Às vezes, esse pode ser um bully sem ter a real consciência da sua atitude, mesmo assim, é importante que os pais o ensinem a gerir suas emoções e ações, além de:

  • Conversar com ele;
  • Não ignorar a situação;
  • Manter a calma e mostrar que sabe o que está acontecendo;
  • Procure identificar o problema e peça ajuda.

Falamos sobre Crianças que fazem Bullying na Escola!!! É preciso mudar isso!!!!

 

Leia também:
Regrinhas e combinados para imprimir para Educação Infantil

Depressão Pós Parto: O que é preciso ser Feito

Mochila infantil com Lancheira (Para meninos e Meninas)

O Sucessor e Antecessor de um número Natural, Atividades

Como Fazer a Certidão de Nascimento Gratuita, Passos