Escleroterapia para Varicoses e Varizes na coxa e Perna

Provocadas por causas bem variadas, as varicoses ou mesmo as varizes são muito comuns no ser humano, especialmente a partir dos 30 anos e são mais comum nas mulheres.

Trazendo muitos constrangimentos e com riscos de complicações, especialmente as varizes, precisam ser tratadas assim que se manifestam e a Escleroterapia para varicoses e varizes por vezes pode ser necessária. Sobre isso, vamos trazer alguns comentários e deixar o leitor mais informado.

Varicoses e Varizes

No corpo humano existem as artérias que levam o sangue que é bombeado pelo coração para todas as partes do corpo. Sobre as veias no corpo, essas tem a função de levar o sangue já repleto de toxinas, de volta para o coração.

Acontece que para esse retorno, a pressão sanguínea pelas veias é bem menor e a circulação vai depender da ajuda dos músculos da Panturrilha uma vez que o retorno para o coração vai ter a ação anti-gravitacional.

As veias nas pernas apresentam uma espécie de válvulas com a função de evitar que o sangue volte para os pés e quando essas válvulas, por algum motivo não funcionarem corretamente, ocorrem as varicoses que são micro-varizes e também as varizes que é um problema mais complicado chegando a causar as deformações nas pernas e até mesmo, nos pés.

O que é Escleroterapia

Denomina-se Escleroterapia também conhecida como “Aplicação para varizes” o tratamento para eliminar ou diminuir veias, ou seja, os vasinhos na pele ou varizes. O tratamento é feito por um médico Angiologista e em geral, é feito com uma injeção de medicamento que é aplicada diretamente na variz que precisa ser tratada.

Após o tratamento, a veia que resultou em uma variz tende a desaparecer em alguns dias. Esse tipo de tratamento também pode ser  usado nos tratamentos para hemorroidas.

Quais os Benefícios

Entre os benefícios que esse tipo de tratamento pode apresentar, podemos mencionar:

  • Por conta desse tratamento, não é necessário o uso de medicamentos que apresentam seus efeitos colaterais,
  • Não existe a necessidade de recorrer a uma cirurgia convencional de varizes que apresenta seus riscos e constrangimentos para o paciente que precisa guardar repouso depois da cirurgia,
  • O tratamento apresenta poucos riscos de complicação e, além disso, não necessita de um repouso mais prolongado,
  • No caso de um tratamento com espuma, esse tem um custo mais baixo e pode ser feito em um consultório sem a necessidade de anestesia,
  • entre outros benefícios.

Os Tipos do Tratamento

Existem 3 tipos de tratamento com Escleroterapia, são eles:

  • Escleroterapia com Glicose – conhecida como Escleroterapia por Injeção, esse tratamento é mais indicado para tratar pequenos vasos e pequenas varizes. O tratamento é feito com a injeção de Glicose diretamente na veia provocando uma irritação e inflamação que resultam em cicatrizes e com isso um fechamento do vaso.
  • Escleroterapia a Laser – esse tipo de tratamento é mais recomendado para tratar vasinhos existentes no tronco, no rosto e também nas pernas. Nesse caso, o médico utiliza um pequeno Laser para aumentar a temperatura no vaso com problemas e causar-lhe a destruição.
  • Escleroterapia com espuma – esse tipo de tratamento é mais recomendado quando existe o problema com varizes mais grossas quando então, é usado uma pequena porção de espuma de Dióxido de Carbono injetada na variz que acaba se diluindo e se tornando inútil.

Felizmente, hoje em dia, esses tratamentos podem ser feitos pelo SUS, especialmente em casos mais graves quando as varizes causam muita dor, inchaço ou mesmo trombose.

Quando o Tratamento é Indicado

O tratamento de Escleroterapia para varicoses e varizes em geral, é indicado em praticamente todos os casos, sejam as varicoses mais simples como para varizes mais complicadas. Porém, trata-se de um método invasivo e, por isso, deve-se optar pelo tratamento apenas quando outros métodos como no caso das meias elásticas não derem resultado. 

Para maior segurança, esses tratamentos não são recomendados para pessoas com sobre-peso, pois pode dificultar a cicatrização e ainda surgirem outras varicoses para continuar o problema.

Após algumas aplicações o resultados já podem ser visíveis

Quantas sessões de Escleroterapia precisam ser feitas – o número de sessões de Escleroterapia vai depender do quadro clínico de cada paciente. Em algumas situações, uma sessão pode bastar, mas para situações mais agravantes com varizes mais grossas, poderá ser necessário um número bem maior de sessões.

Quem faz o tratamento e o preço

Os tratamentos de Escleroterapia para varicoses e varizes envolve escolhas de substâncias, melhor técnica para o tratamento, conhecimentos anatômicos, entre outras responsabilidades que apenas um médico Angiologista ou um Cirurgião Vascular está de fato habilitado a realizar. 

Apesar de parecer um tratamento sem muitos riscos, existe sim possibilidades de haver complicações e, nesse caso, se for feito por um profissional capacitado, certamente ele saberá oferecer soluções, o mesmo não acontecendo se o profissional for inexperiente.

Valor de uma sessão de Escleroterapia – os valores para o tratamento com Escleroterapia pode variar conforme a clínica que irá fazer o tratamento ou mesmo a região onde ela é feita.

Mas para se ter noção desse tratamento que não é barato, uma sessão desse tratamento pode variar de R$ 350,00 reais a R$ 800,00 reais, mas como já adiantamos, existe a possibilidade de se conseguir esse tratamento pelo Sistema Único de Saúde, desde que se tenha a paciência para enfrentar uma fila de espera.

Leia também: