Cirurgia de Angioplastia Entenda Cada Ponto

Bom, hoje vamos falar um pouco sobre Cirurgia de Angioplastia, uma técnica pouco invasiva que tem por principal objetivo desobstruir artérias trancadas, possibilitando o fluxo normal de sangue ao coração.

Este procedimento cirúrgico é realizado através de imagens radioscópicas e é feito somente uma punção na pele, em locais que podem variar como pulso, braço, virilha.

A angioplastia também é comumente realizada para a colocação de stent que é uma micro malha de aço cirúrgico introduzida nas artérias através do cateter, onde será instalado para abrir a artéria   e manter o caminho livre.

Essa malha traz estrutura tubular flexível e expandível, que é montada dentro da artéria através do cateter e o balão inflável.

O que é

Como disse, essa cirurgia tem por finalidade desobstruir artérias entupidas, liberando assim o fluxo sanguíneo normal para o coração. e também para a colocação de Stent nas artérias.

Normalmente quem precisa deste tipo de cirurgia, são pessoas que sofrem com a angina proveniente do entupimento de artérias por placas de gorduras.

Quando é Indicada

Esse tipo de procedimento cirúrgico é indicado em situações onde o paciente traz detectadas artérias obstruídas em locais complicados ou em casos onde o uso de medicamentos não será suficiente para a solução do problema.

Como é feita a Cirurgia

Essa cirurgia é feita através de imagens de  radioscopia quando é realizado apenas uma punção em algum local do corpo como acima descrito, mas mais comumente na virilha, por onde são colocados os aparelhos para a realização do procedimento, e também um fino cateter com um balão é introduzido na coronária por meio desta punção.

Ao ser posicionado o balão, este é inflado e esvaziado várias vezes, fazendo com que a placa de gordura seja comprimida e assim a artéria seja desobstruída liberando a corrente sanguínea normalmente.

No caso da colocação do stent a placa de gordura é esmagada , liberando o caminho, e as chances de entupimento novamente no mesmo local se tronam bem menores.

Obs.: É importante observar que o implante de stent pode ser otimizado com uma rotina de ultrassom intracoronário ou tomografia intracoronária fazendo com que os índices de reestenose e trombose na implantação do stent sejam reduzidos.

Anestesia e Recuperação

A anestesia é local e o cirurgia pode durar cerca de 1 hora. A dor posterior fica somente por conta do local onde foi feita a pequena incisão.

Mesmo assim é importante seguir os cuidados pós operatórios de acordo com a prescrição médica.

No entanto, o comum é que sejam prescritos 2 dias de repouso e durante as próximas duas semanas evitar esforços físicos excessivos como carregar pesos, por exemplo.

O paciente será monitorado, será controlada  a pressão sanguínea, a pulsação, e também o local da punção será observado regularmente.

Caso a punção tenha sido feita na virilha, o paciente deverá ficar deitado e com a perna imóvel por 6 horas. mas após 24 horas de UTI, o paciente será liberado para o quarto e terá alta no dia seguinte.

Cuidados especiais

*Caso o paciente após este procedimento tenha alguns sintomas como falta de ar, angina, dor no peito, vermelhidão, inchaço, sangramento, ou algum vazamento no local da insição.

*É preciso correr para o médico caso sinta dor, frio ou o braço ou perna por onde foi introduzido o cateter esteja azulado.

*É preciso atentar também ao sangue na urina, fezes escuras e qualquer outro sintoma estranho que possa acontecer.

*É basicamente certo que o médico vá receitar aspirina ou outro medicamento que facilite a circulação sanguínea prevenindo coágulos e angina. Estes devem ser tomados sem interrupção a não ser por prescrição médica.

* Nos primeiros 6 meses deverão ser feitas consultas de check up, exames, cintilografia, angiotomografia e outros para verificar se as artérias estão trabalhando normalmente ou se corre risco de estenose novamente.

O problema poderá reincidir após 6 meses, e sendo assim, o médico deverá ser consultado para verificar qual será o próximo procedimento.

Angioplastia pelo SUS

A angioplastia pode ser realizada pelo SUS- Sistema Único de Saúde e por ser um procedimento aparentemente simples e que não exige maiores cuidados, o tempo de internamento é de 1 dia, mais que isso somente em casos de agravamento do problema.

Como pode-se saber se há obstrução arterial

O diagnóstico sempre será através de exames laboratoriais. Mas existem alguns sintomas que também indicam este mal como dor nas pernas ao caminhar ou descansar.

Como prevenir problemas pós angioplastia

Alguns cuidados são essenciais e vamos ver:

  • é importante seguir uma dieta cuidadosa acompanhada por um nutricionista.
  • Reduza o stresss.
  • Livre-se do tabagismo.
  • Faça atividades físicas diárias.
  • Controle seu colesterol e é bem provável que o médico irá prescrever um medicamento que agirá neste combate.
  • Cultive uma vida saudável e organizada.
  • Seja ativo.
  • Mantenha sempre o acompanhamento médico em dia.

Bom, então é isso, você agora já está a par de muitas coisas sobre Cirurgia de Angioplastia, e caso precise disso um dia, não se preocupe, pois afinal de contas é um procedimento tranquilo e que normalmente não oferece grandes complicações.

*É importante lembrar de que uma obstrução arterial não é brincadeira e pode afetar especialmente os membros inferiores e superiores.

As artérias podem tanto se estreitar como poderá acontecer também o fato de trancar, e exige uma mudança de 180º na vida para reverter a situação e pode viver mais.