Cirurgia para orelha de abano, Otoplastia (fotos antes e depois)

A Otoplastia que também é conhecida por cirurgia para orelha de abano é realizada para corrigir deformidades causadas por fatores genéticos ou possíveis traumas durante o crescimento causando o crescimento da cartilagem do órgão, é realizada com um corte feito na pele atrás da orelha.

Com essa alteração da normalidade deste órgão as crianças sofrem bastante especialmente quando se dirigem a escola, pois sempre tem aqueles colegas que com brincadeiras maldosas gostam de constranger com palavras ofensivas inibindo ainda mais o menor que por vezes acaba sendo excluído do grupo.

Nesse caso, é função dos pais prestarem atenção para verificar esses problemas, pois certamente haverá alguma reclamação por parte dos filhos, devido aos incômodos causados.

Quanto mais cedo o problema for percebido e tratado, menos constrangimentos a criança precisará enfrentar. A partir dos 7 anos de idade, se for necessário, a criança já poderá submeter-se a uma cirurgia de reparação.

 

O que é Otoplastia Redução de orelha

 

 

Damos o nome de Otoplastia a cirurgia plástica das orelhas que pode ser realizada com técnicas associadas para corrigir possíveis anormalidades no órgão vestibulococlear.

Esse tipo de cirurgia é mais usado quando se trata de corrigir as denominadas “orelhas de abano”. Porém, também é indicada quando existem outras complicações como, por exemplo, a ausência congênita das orelhas ou para corrigir sequelas deixadas por possíveis traumas de acidentes.

Com isso, concluímos que a Otoplastia tanto pode ser realizada para correção de algum defeito adquirido ou de nascença como para uma correção estética apenas quando, de alguma forma, não existe uma harmonia entre as orelhas.

 

A partir de que idade pode ser feita

 

 

Já adiantamos que quanto mais cedo optar-se pela cirurgia, melhor será para a criança. A conhecida “orelha de abano”, infelizmente é bem destacável e sempre haverá crianças ou adultos que poderão tirar algum proveito para fazer chacota da criança.

E quando se trata de uma pessoa já adulta com o problema, não é diferente, apesar de que esta, geralmente sabe superar o problema, mesmo com a pressão dos que o rodeiam.

Por isso, no que diz respeito a idade para fazer a Otoplastia, os médicos aconselham que a partir dos 6 ou 7 anos de idade, ela já é possível. Nessa idade, a criança já tem a orelha bem formada.

 

Fotos antes e depois da Otoplastia

 

 

Para quem tem dúvidas sobre a qualidade da cirurgia para orelha de abano,  confira então algumas fotos que mostram o antes e o depois da cirurgia. Podemos perceber que a mudança é mais do que satisfatória e vale a pena investir para melhorar a aparência.

cirurgia de orelha de abano

Na imagem abaixo podemos perceber que antes da cirurgia, as orelhas ficam, de fato bem destacadas, o que certamente é motivo suficiente para que a criança sinta-se constrangida. Já na foto depois da cirurgia, a aparência é bem melhor, com mostras de um trabalho bem feito.

foto antes e depois cirurgia de orelha de abano
Outra imagem mostrando a garota com as orelhas bem salientes,  uma situação que, para uma mulher, é motivo de sobra para baixar a auto-estima. Já na foto depois da cirurgia, nem parece a mesma garota, pois as orelhas deixam de ser o destaque.

orelha de abano cirurgia antes e depois
Muitas crianças crescem com complexos, pois desde cedo, por conta de uma deformação na orelha sofrem bullyng. Pois isso, não precisa ser assim, veja mais um exemplo com fotos do ante e depois da cirurgia comprovando a eficácia de uma cirurgia bem feita.

otoplastia antes e depois

 

Esse problema pode ser de baixa gravidade, ou mais complicado, mas isso quem pode constatar de fato é um especialista que precisará ser consultado assim que possível.

Após uma consulta então, o médico especialista vai orientar sobre a necessidade ou não de se fazer uma cirurgia.

 

Quando fazer a cirurgia

 

 

A cirurgia pode ser realizada a partir dos 6 anos de idade e o tempo de duração pode chegar a 2 horas dependendo da gravidade, e Com o corte feito a pele é deslocada da cartilagem e esta então é tratada para corrigir o problema recebendo pontos internos que não serão preciso remover.

Antes da cirurgia o paciente recebe a anestesia local ou geral variando de acordo com a gravidade do problema e também com as condições psicológicas do paciente.

Essa operação ocorre sem maiores transtornos permitindo que o paciente receba alta algumas horas depois, e isso, porque precisará se recuperar dos efeitos da anestesia.

Porém existe uma preocupação pós-operatório, pois certamente ocorrerão os inchaços que desaparecem gradativamente, e normalmente após 8 dias, os pontos externos são retirados e o paciente poderá voltar a sua vida normal.

Mas para que todo o processo, desde a intervenção cirúrgica até o pleno restabelecimento do paciente aconteça dentro da normalidade, é importante buscar por um médico especialista.

Este fará todas as avaliações para saber o que de melhor fazer para se alcançar os melhores resultados. Por isso, para sua segurança, o médico precisa ser um cirurgião plástico que esteja cadastrado como membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

As Técnicas Cirúrgicas

 

 

Existem algumas técnicas diferentes para a Otoplastia, mas atualmente a mais recomendada é sem sombra de dúvidas a “Otoplastia Fechada” que garante muitas vantagens.

Com essa técnica, em vez de o cirurgião fazer um corte na pele ou na cartilagem da orelha, ele utiliza um fio não absorvível que é introduzido dentro da cartilagem. Dessa forma, ele buscará oferecer um novo formato para as orelhas.

Com a Otoplastia Fechada, o cirurgião tem condições de moldar o contorno da cartilagem sem deixar cicatrizes no final e, ademais, com essa técnica os riscos de erros são bem menores em comparação a métodos mais tradicionais.

Com a técnica da Otoplastia Fechada, o paciente pode ficar totalmente consciente, pois a anestesia é apenas local. Somente em situações mais complicadas, o médico poderá recomendar a sedação do paciente, mas isso, certamente precisará ser avaliado pelo médico.

Também com essa técnica de cirurgia, após ela, o paciente poderá voltar para casa e, em alguns casos, até para o trabalho, desde que atenda as recomendações do médico.

 

O pré Operatório

 

 

Independente da técnica utilizada pelo cirurgião plástico para a Otoplastia, o paciente precisará ser devidamente preparado. Nesse caso, o médico deverá conscientizar seu paciente sobre o problema que ele enfrenta e então mostrar a melhor solução.

Ainda como preparativo, o paciente precisará saber dos riscos e dos benefícios da cirurgia. Também é importante que o médico saiba mostrar as expectativas para os resultados a serem alcançados, daí, a necessidade de se buscar por um profissional de verdade.

Também entre os preparativos para a cirurgia, certamente existem os exames que o médico irá exigir como é o caso do exame de sangue com Hemograma e Coagulograma completos além do Eletrocardiograma.

E para os pacientes que fazem uso de alguns medicamentos, o médico precisará ser informado para que, se for necessário, estes sejam suspensos por um determinado período de tempo.

 

Pós Operatório

 

 

Dependendo da técnica utilizada pelo cirurgião para a Otoplastia, o paciente poderá ficar internado até 12 horas para ser observado após a cirurgia.

Além disso, com respeito aos curativos, esses geralmente são feitos com gaze e pomada com ação cicatrizante. Um primeiro curativo é feito então logo após a cirurgia e deverá ser trocado apenas após um período de 24 a 48 horas, quando o paciente deverá voltar ao consultório onde será avaliado pelo médico.

Com isso, quando houver a necessidade de novos curativos, o paciente poderá ser orientado sobre como proceder, podendo fazê-lo em casa sem a necessidade de voltar ao consultório.

Em geral, o médico costuma recomendar que o paciente faça de uma faixa específica para proteger a orelha no caso dessas cirurgias. Costumeiramente, o médico recomenda o uso dessa faixa durante as 24 horas do dia pelo período de até 30 dias, podendo retirá-la apenas para a hora do banho.

 Não é preciso nem dizer que o ferimento precisa ser devidamente higienizado e esterilizado todos os dias. Ademais, é imprescindível que o ferimento seja conservado seco e protegido com uma pomada que será recomendada pelo médico.

Quando tudo corre dentro do previsto, num prazo de duas semanas a região das orelhas já estará bem desinchada. Porém, os resultados só serão conhecidos depois de 6 meses.

 

Quanto custa a Otoplastia (cirurgia de orelha de abano)

 

 

Uma cirurgia para orelha de abano (Otoplastia) tem um custo que varia de R$ 1.600,00 reais a R$ 7.000,00 reais.

Quando se fala de valores para a Otoplastia, está incluído:

  • Internação e permanência no leito de enfermaria ou apartamento hospitalar,
  • Aluguel da sala de de cirurgia e materiais a serem utilizados,
  • Valor pago para a equipe médica que fará a cirurgia.

Além disso, também deve-se pensar nos gastos com os exames que serão pedidos pelo médico responsável.

Mas com um pouco de sorte, essa cirurgia poderá ser feita pelo SUS, uma vez que toda cirurgia plástica corretiva é assegurada por uma lei que foi aprovada em 2011 com projeto do senador Gim Argello.