Recém nascido com gripe e tosse e nariz entupido o que fazer

 

Um problema mais presente nos meses de outono e inverno, os resfriados, causam muitos transtornos. Com desconforto ainda maior para as crianças e bebês, essas complicações respiratórias acontecem quando o sistema imunológico se encontra debilitado.

É terrível ver um recém nascido com gripe e tosse e nariz entupido, a criança sofre muito, fica irritada. Além disso, tem o desconforto, ele não consegue mamar, e nada se ajeita, é muito desconfortável e complicado.

Mas por outro lado, não adianta se desesperar. Nessa hora é preciso calma para saber agir com inteligência e buscar pela solução.

Os resfriados, normalmente não oferecem tantas complicações. Além disso, muito provavelmente a criança até os 2 anos de idade passará por esses constrangimentos, algumas vezes, o que será ‘normal’.

Essa doença infecciosa é transmitida por gotículas de saliva ou pelo contato das mãos contaminadas. Um dos fatores que favorece bastante para o problema, é a fumaça do cigarro.

E pensar que, mesmo em nossos dias, muitas das mães, com o filho nos braços, ainda assim, não é capaz de largar o vício. Infelizmente, por conta disso, muitas crianças crescem com problemas respiratórios que podem se tornar crônicos.

Leia também:

Meu bebê não para de chorar, o que fazer

Como tirar as casquinhas da cabeça do bebê

Sintomas dos resfriados em bebês 

 

Em geral, os sintomas de resfriado considerados mais comuns são:

  • Febre
  • Tosse
  • Olhos avermelhados
  • Dor de garganta
  • Nariz escorrendo
  • Falta de apetite
  • Irritação

recem nascido com gripe

Com menos de 6 meses a dificuldade de mamar é enorme pois o nariz entope. Além disso, provavelmente a criança irá se acordar várias vezes durante a noite, o que comprometerá a qualidade do sono.

Para amenizar o problema, a solução é fazer com que a criança não durma na horizontal. O segredo é manter a cabeça da criança um pouco levantada, seja no carrinho de bebe ou no colo.

Entretanto, para colocá-lo dormir no berço, a dica é dobrar um cobertor e colocar embaixo do colchão na cabeceira. Com isso, a cabeça do bebê ficará um pouco mais elevada, o que será importante para facilitar sua respiração.

Falando da Gripe …

Apesar de apresentar os sintomas parecidos com um resfriado, a gripe é menos comum, mas mais preocupante. Trata-se de uma infecção dos pulmões e vias aéreas provocada pelo Influenza e outros vírus.

A doença provoca febre, em torno de 39° C, congestão e corrimento nasal, dor muscular, dor e/ou infecção na garganta. Além disso, nos bebês e crianças, a enfermidade pode se agravar e evoluir para uma Pneumonia e Infecção no ouvido.

Infelizmente, antes dos 6 meses de idade, o bebê não pode ser vacinado contra a Gripe. Por isso, é de fundamental importância que os pais ou responsáveis tomem as devidas providências para proteger a criança.

Primeiramente, é importante que o bebê receba da alimentação materna. Ao amamentar com o leite materno, os benefícios serão tanto para a criança que será fortalecida, como para a mãe.

Além disso, é preciso um cuidado por parte de toda a pessoa adulta que vai se achegar à criança. Estas, precisam estar imunizadas contra a doença e outras complicações que possam transmitir para a criança.

E depois então, que a criança completar os 6 meses de vida, poderá receber a vacina e ficar mais protegida da da gripe. Certamente que a imunização nunca vai ser de 100%, mas os constrangimentos serão menores e com menos riscos à criança.

 

Qual é o tempo de duração de um resfriado

Normalmente os resfriados começam a mostrar melhoras a partir do 3º ao 7º dia. Até 1 ano de idade os bebes que convivem com crianças mais velhas estão constantemente resfriados.

Na verdade, como a melhora depende do sistema de defesa do corpo, às vezes, essa enfermidade pode durar meses.

Recomendamos:

Como fazer comida para bebê de 1 ano de vida

Alimentos que aumentam o leite materno

O que fazer pelo seu bebe resfriado

Infelizmente, por mais que os pais desejem, não existe muita coisa a fazer pela criança que está com resfriado. Sabemos que o bebê, já nasce com os anti-corpos para se proteger contra a gripe e outras complicações.

Por isso, melhor é ter paciência e fazer o que estiver ao alcance. Veja algumas dicas:

Amamente seu filho, pois o leite materno favorece a produção de anticorpos do bebê. Certamente que isso não quer dizer que o bebê não se resfrie, mas os sintomas podem ser mais leves.

Infelizmente em nossos dias, é cada vez menor o número de mães que dão o devido valor para a amamentação. Bom seria se essas mães soubessem dos benefícios que esse gesto podem trazer para a criança.

Para termos uma noção, amamentar a criança no peito ajuda a desenvolver o sistema de defesa do corpo no bebê. Além disso, esse ato de amor também previne a mulher contra o câncer de mama e útero.

Cuide para que seu bebê não fique tão próximo de outras pessoas doentes. Além disso, sempre que alguém for entrar em contato com seu bebê, cuide que estejam com as mãos bem higienizadas.

Mesmo naqueles momentos que é preciso mexer com os pertences do bebe, as mãos devem estar bem higienizadas.

Não fume próximo da criança e evite de todas as formas deixar seu beber em contato com a fumaça de cigarros. Crianças que convivem com o cigarro estão sempre resfriadas e custam mais tempo para sarar.

Além disso, não é apenas a fumaça do cigarro que afeta o bebê. Também é importante cuidar com o hálito das pessoas que fumam, pois também são prejudiciais.

Como é o tratamento do resfriado no bebê

Para ajudar a combater o resfriado do bebê, primeiramente é preciso que ele repouse, especialmente enquanto está com febre. Além disso, é importante mantê-lo bem hidratado, seja com água pura ou sucos naturais.

Também é importante cuidar da alimentação da criança e, nesse caso, os alimentos com vitamina C e B9 são essenciais. Ademais, não podemos descuidar da higienização e desobstrução nasais.

Para isso, podemos fazer uso de uma solução isotônica, sempre antes das mamadas e antes da criança dormir.

O ambiente onde a criança está também influencia na sua saúde. Por isso, nos dias mais quentes e secos, melhor é umidificar esses ambientes para favorecer a respiração da criança.

É bom evitar, mas se porventura o médico pediatra achar por bem, certamente recomendará um remédio analgésico e antitérmico. Porém, nunca ofereça para a criança, um medicamento químico por sua própria conta.

Tratamentos práticos e seguros

Para o recém nascido com gripe e tosse e nariz entupido, podemos oferecer alguns tratamentos práticos que certamente ajudarão. Veja a seguir:

  • Fazer inalação com soro fisiológico para desobstruir as fossas nasais.
  • Raspas de maçã, pera, banana, ou suco natural de fruta com vitamina C para crianças que ingerem outros alimentos que não o leite materno.
  • Oferecer leite morno com um pouco de mel se a criança tem mais de 1 ano de vida.
  • Oferecer água pura e outros sucos naturais para o bebê.

Além destas dicas, existem muitas outras, mas o importante é favorecer o fortalecimento imunológico da criança.

Quando buscar pelo médico

Resfriado e gripe, a princípio, deve ser tratado em casa, apenas com cuidados básicos como repouso e higienização nasal.

Entretanto, se o bebê recém nascido com gripe e tosse e nariz entupido não apresentar melhora, certamente o médico precisa ser consultado. Então, atente para condições como:

  • Se a febre na criança ultrapassa a 39º C.
  • Quando o resfriado piorar após 7 dias ou se os sintomas não desaparecerem após 15 dias.
  • Se o bebê mostrar sinais de complicações no ouvido.
  • Se o bebê se mostrar mais abatido, sem ânimo para nada.
  • Se existir chiado no peito.
  • Se o bebê estiver com dificuldade para respirar.
  • Se o bebê apresentar catarro e tosse com persistência. Atente principalmente para o catarro verde.

Como já adiantamos acima, um resfriado ou gripe quando não é tratado adequadamente, pode evoluir para problemas mais graves como a Pneumonia.

Por isso, seja consciente e busque tomar as providências necessárias para prevenir ou tratar dessas enfermidades se elas surgirem.